Deus me usou para fazer o que eu fiz”, diz diretor da Telexfree

Aumenta a participação de gays em igrejas dos EUA
19 de novembro de 2013
ORDEM NA IGREJA.
20 de novembro de 2013


A empresa não aceitou assinar o Termo de Ajustamento de Conduta proposto pelo Ministério Público e continua impedida de funcionar.O diretor da Telexfree, Carlos Costa, diz que foi enviado por Deus para oferecer oportunidades de ganhos altos para as pessoas. A empresa está com as atividades bloqueadas a mando da Justiça do Acre por representar um esquema de pirâmide financeira, prática proibida no Brasil.

Costa esteve na última semana participando de uma sessão na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) onde pode explicar direito o trabalho da empresa e sua atuação.

“As pessoas hoje conheceram o que é realmente uma distribuição de renda. Essas pessoas que tiveram potencial dentro delas mas nunca tiveram oportunidade. Eu estou aqui de passagem e Deus me usou para fazer o que eu fiz e isso ninguém vai tirar”, disse ele.

A participação do empresário na sessão da Aleac aconteceu a pedido do deputado estadual Moisés Diniz (PC do B-AC) que defendeu a prática e comparou o Voip, serviço de chamadas vendido pela Telexfree, com o Facebook e Google.

“A Telexfree vende Voip, que é um sistema de conversação por IP. O Facebook e o Google são 50 vezes maiores que a Telexfree e só vendem comunicação e entretenimento, não tem nenhum produto, são bilionários e ninguém fecha os dois”, disse o parlamentar.

No mesmo dia aconteceu em Rio Branco uma audiência de conciliação que decidiria sobre a liberação ou não dos serviços da Telexfree. Sabendo que a Justiça poderia manter o bloqueio das contas da empresa, Carlos Costa disse que continuaria olhando para o alto, se referindo ao céu.

“Me jogaram no fundo de um poço. Mas se eu estou no fundo do poço, só tem uma saída, olhar para cima e é para lá que eu vou.”

Na audiência o Ministério Público do Acre propôs um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) onde a Telexfree teria que apresentar um novo modelo de negócio para poder voltar a funcionar.

Esse modelo teria a proposta da venda direta do serviço Voip com bonificação para os revendedores que indicarem novos consumidores. A proposta também pedia a devolução imediata do dinheiro pago pelos divulgadores que investiram e não tiveram retorno algum.

Porém a empresa recusou a proposta e o processo deve seguir para as próximas instâncias. Com 

%d blogueiros gostam disto: