A CONTROVÉRSIA.

“Símbolo da teologia da prosperidade”
27 de novembro de 2013
Igrejas no Brasil não exigem conversão ao evangelho, diz Ed René Kivitz
28 de novembro de 2013



Mas, no meio da festa subiu Jesus ao templo, e ensinava.
E os judeus maravilhavam-se, dizendo: Como sabe este letras, não as tendo aprendido?
Jesus lhes respondeu, e disse: A minha doutrina não é minha, mas daquele que me enviou.
Se alguém quiser fazer a vontade dele, pela mesma doutrina conhecerá se ela é de Deus, ou se eu falo de mim mesmo.
Quem fala de si mesmo busca a sua própria glória; mas o que busca a glória daquele que o enviou, esse é verdadeiro, e não há nele injustiça.
Não vos deu Moisés a lei? e nenhum de vós observa a lei. Por que procurais matar-me?
A multidão respondeu, e disse: Tens demônio; quem procura matar-te?
Respondeu Jesus, e disse-lhes: Fiz uma só obra, e todos vos maravilhais.
Pelo motivo de que Moisés vos deu a circuncisão (não que fosse de Moisés, mas dos pais), no sábado circuncidais um homem.
Se o homem recebe a circuncisão no sábado, para que a lei de Moisés não seja quebrantada, indignais-vos contra mim, porque no sábado curei de todo um homem?
Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça.

João 7:14-24

%d blogueiros gostam disto: