Morre pastor esfaqueado por assento em ônibus no DF

NOSSA MISSÃO
16 de setembro de 2014
Criminosos deixam bomba de dinamite na porta da Igreja Universal no CE
16 de setembro de 2014


Ele estava ao lado de dois filhos, um de 12 e outro de 5 anos, quando foi golpeado.O pastor Alessandro Veloso Pires, 40 anos, que foi atacado por um homem no último dia 7 de setembro em Goiânia, não resistiu aos ferimentos e faleceu na madrugada do sábado (13) depois de perder o olho e parte da massa encefálica.

Alessandro estava com dois de seus filhos em um ônibus interestadual no Distrito Federal para acompanhar o filho mais velho, que é militar, no desfile do Dia da Independência. Ele havia comprado duas passagens do ônibus que saiu de Goiânia (GO), mas ao entrar no veículo uma das poltronas já estava ocupada. A família nega que o pastor tenha brigado pelo assento, mas ao chegar Taguatinga (DF) o homem se levantou e feriu Alessandro com uma faca.

Os filhos de 5 e 12 anos assistiram a cena e hoje a família só pede justiça. “Todo mundo muito triste, muito abalado. Espero que façam justiça, que prendam a pessoa que fez isso. Meu marido era uma pessoa supertranquila”, disse a viúva Glauciene do Nascimento.

Segundo relatos o pastor chegou a dizer que o homem poderia ficar no lugar ocupado, pois o ônibus não estava cheio e haviam outras poltronas para que ele se sentasse. “Não teve diálogo, discussão, não teve nada”, afirmou Patrick Lucas Pires, filho mais velho da vítima. Com Informações G1.

%d blogueiros gostam disto: