Condenado pelo mensalão, Bispo Rodrigues cumprirá restante da pena em casa

Campanha de arrecadação da Igreja Renascer promete “carros zero e prêmios especiais”
24 de setembro de 2014
A VOLTA DO SENHOR
25 de setembro de 2014


Ligado à Igreja Universal, ele trabalhou em um rádio da denominação conseguindo o abatimento dos dias de prisão.O ex-deputado Carlos Rodrigues, mais conhecido como Bispo Rodrigues, foi liberado para cumprir o restante da pena em regime domiciliar. Rodrigues é um dos réus no processo no mensalão e foi condenado a seis anos e três meses de prisão pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Ligado à Igreja Universal, Bispo Rodrigues perdeu o cargo religioso em 2004 quando se divorciou, ao mesmo tempo em que perdia o mandato por ser apontado como um dos parlamentares que tinham ligação com o chamado “Escândalo dos bingos”. Mais tarde, em 2006, Rodrigues foi preso pela participação na “Máfia dos Sanguesugas” ficando 32 dias atrás das grades.

A decisão de liberá-lo para cumprir o restante da pena em casa foi assinada pelo, relator do processo do mensalão no STF, o ministro Luís Roberto Barroso. Ao justificar a liberação de Rodrigues, o ministro afirmou que ele já cumpriu um sexto da pena e apresentou bom comportamento carcerário.

Enquanto esteve detido, o Bispo Rodrigues trabalhou na rádio Antena 9, ligada à Igreja Universal, o que permitiu o abatimento dos dias de cadeia. O ex-deputado trabalha nas rádios da Universal desde 2009, apesar não ser mais bispo a ligação entre ele e a denominação que ajudou a fundar é forte.

Rodrigues é o terceiro condenado do mensalão a conseguir o benefício de cumprir a pena em regime domiciliar, além dele o ex-presidente PT, José Genoino, e o ex-tesoureiro Jacinto Lamas também tiveram o benefício concedido pelo STF. Com informações da Veja.

%d blogueiros gostam disto: