DEUS NÃO AGE NO PECADO

O PODER TRANSFORMADOR
25 de janeiro de 2016
O DEUS DA CONSOLAÇÃO
26 de janeiro de 2016


DEUS NÃO AGE NO PECADO!!!!!

 

Mariel Valéria

Alta Floresta- MT

 

Meus Deus me perdoe!!

Por que não confiei em ti e nas tuas promessas para meu casamento? Por que não obedeci minha autoridade espiritual? Por que confiei no meu coração? ? ?

Gostaria imensamente de começar esse texto com um testemunho de vitória, mas infelizmente não posso, pois muito perto da restauração de meu casamento agi confiando no meu próprio entendimento. Por falta de fé e desobediência joguei tudo fora após um ano de oração, jejum, busca de Deus, choro, dor.

Casada há 33 anos, quatro filhas, vi minha vida mudar em fevereiro de 2014, pois meu esposo se envolveu emocionalmente com uma funcionária. Tínhamos um casamento que para mim só a morte nos separaria e por sermos cristãos jamais imaginei que ele se envolveria com outra pessoa e muito menos a ponto de abandonar a família e ir morar com outra.

Nunca esperei ouvir: não te amo mais. Perdi o encanto por você. Não sou feliz há muito tempo. E eu, como tola, não percebi nada.

Fiquei perdida, envolvi nossas filhas, o que jamais deveria ter feito, elas brigaram com o pai, foi tudo horrível. Vi minha família destruída pelo adultério, não reconhecia mais aquele homem que sempre fez o possível para nos proteger, agora com aspecto frio, insensível, dizendo que queria ser feliz com sua nova vida.

Fiquei completamente sozinha e buscava na internet testemunhos, estudos, pregações na tentativa de entender o que estava acontecendo, se eu poderia reverter a situação e se alguém poderia me ajudar. O pastor onde congrego me orientou a divorciar e seguir minha vida, pois não teria o que fazer já que meu esposo não me amava mais. Eu não aceitava perdê-lo e o queria de volta, além de me sentir completamente culpada por tudo e realmente posso dizer que não honrei meu esposo como a palavra nos ensina.

Nessa época compreendi o que a palavra de Deus ensina sobre o casamento, sua abominação pelo divórcio e segundo casamento.

Nesse caos em que me encontrava em fevereiro de 2015 entrei em contato com o pastor Henrique Lino, que me ouviu e me orientou a me posicionar para que Deus, SOMENTE DEUS, pudesse agir na restauração de meu casamento e me pediu completa obediência aos preceitos do Senhor .

Chorei muito, orei, jejuei, me santifiquei e aos poucos fui vendo o agir de Deus.

Em agosto/2015 meu esposo saiu da casa da outra e foi morar com a mãe dele.

No início de setembro ele me procurou para conversar, mas como a funcionária continuava trabalhando com ele o pastor Henrique me orientou a não ter nenhum contato físico enquanto tivesse qualquer vínculo com a outra, mesmo que fosse por causa de trabalho. Começamos uma discussão, pois ele queria o divórcio porque eu não queria mais vê-lo (cortei qualquer contato, isso me fazia sofrer ainda mais), disse que não existia mais nada entre eles. A conversa foi se acalmando e ele me falou que não queria o divórcio e sim restaurar nosso casamento, envelhecer comigo, que tinha vergonha de sair com a outra, pois tinha a idade de nossa segunda filha. Quando pedi para despedi-la ele  negou, justificando que o que ele sentia por ela já havia acabado e precisava dela para terminar alguns compromissos até dezembro. Depois dessa data ela sairia.

Aqui foi o meu grande erro, onde perdi meu esposo.

Assim começamos a conversar diariamente, ele vinha tomar o café da manhã, almoçar e no final do dia.

Passamos a orar juntos, jejuar, ler a bíblia, ouvir pregações, coisas que nunca fizemos antes e aos poucos começaram os carinhos e intimidades, mesmo eu sabendo que não estava correto ele manter aquela pessoa ao seu lado no trabalho. Agi com a emoção e não com a razão.

Na primeira vez que tivemos intimidade contei ao pastor Henrique, e como já havia me prevenido que se isso acontecesse ele não me acompanharia mais, me censurou e disse para eu ter muito cuidado com as astutas ciladas do inimigo, que ele cansou de ver as pessoas serem enganadas muito próximo da restauração.  Pedi para que não me abandonasse e prometi que não cairia mais nessa armadilha. Sim, hoje posso dizer com certeza que é uma armadilha.

Mas isso não aconteceu, passamos a ter intimidades e não falei mais nada ao pastor. É muito fácil esconder nossas ações quando estamos do outro lado de um celular. Olha o que eu pensei: se o pastor não perguntasse nada sobre isso seria como se eu não estivesse mentindo.  Ele não pergunta e eu não conto. Será que escondi de Deus? Misericórdia!

Como fui muito falha na nossa vida íntima achei que não deveria rejeitá-lo nesse momento, que estava no caminho certo, pois ele sendo meu esposo o sexo nos aproximaria. Tudo ia aparentemente ou enganosamente muito bem, conversávamos coisas que nunca tivemos coragem de falar um ao outro, confessamos o que ambos fizemos de errado, sim ambos erramos, nos perdoamos, enfim colocamos nossa vida em dia. Com certeza tudo isso teria acontecido mesmo sem qualquer toque ou carícias.

Passou todos os compromissos da funcionária e ele sempre dava uma desculpa, pois ela continuava na empresa.

Meus queridos, quando eu achei que a restauração estava acontecendo, no dia 31 de dezembro, meu esposo me disse que não conseguia mais me amar, que não estava conseguindo mais mentir sobre seus sentimentos, negou que tinha mulher envolvida na sua decisão e que continuaria na casa de sua mãe. Fiquei com tanta vergonha do pastor Henrique que nem tive coragem de ligar, enviei um email contanto o acontecido e ciente de que não seria mais sua ovelha.

Fiz mais ainda, o que antes não tive coragem de fazer: fui atrás da outra para saber o que realmente estava acontecendo e descobri que estavam juntos. Meu esposo chegou na hora e me disse na frente dela que queria o divórcio. Quanta humilhação senti!! Aqui desobedeci novamente minha autoridade espiritual, pois fui orientada a não agir como as pessoas do mundo agem, pois o pastor sempre me dizia que as nossas armas são espirituais, e não carnais.

 Hoje, quando olho para trás e vejo tudo o que Deus fez, como ele inclinou o coração do meu esposo para mim, como ele nos aproximou para a reconciliação, confesso que fui responsável por essa derrota, joguei fora um ano de espera, me perdoe meu Deus, confiei no meu próprio coração e não nas suas promessas. Perdoe-me pastor Henrique por não ouvir uma pessoa tão experiente em batalha espiritual. 

Digo, com todo o entendimento e dor, a você que está no processo de restauração, não aja como eu. Não tenha nenhuma intimidade com seu cônjuge, nem mesmo abraços e beijos. Há tempo para tudo. Para eu esperar alguns meses parecia uma eternidade e agora? ?

Com 54 anos, estou sozinha, com a dor de uma ferida que não cicatriza, pois a mesma ferida foi aberta por três vezes, e crendo no que a palavra de Deus fala sobre casamento, sobre a seriedade com que Deus trata essa aliança, como abomina o divórcio e que se eu quiser um dia alcançar a salvação terei que ser obediente até o fim, isto é, ficar sozinha.

Digo a todos que estão buscando a restauração que obedeçam a autoridade que Deus colocar para ajudá-los e que olhem somente para o Senhor, não olhem para as circunstâncias e jamais pensem como eu pensei, aguentem firme, Deus tem promessas para todos os que o buscam, que confiam nele, mas DEUS NÃO AGE NO PECADO. Quantas vezes meu pastor me disse: minha querida permaneça firme, não vá entregar seu casamento para o inimigo, não coloque suas mãos, Deus não precisa de sua ajuda, Ele não faz nada pela metade.

Termino pedindo perdão, confessando meu pecado de desobediência a Deus e ao pastor Henrique, que foi levantado para um ministério tão maravilhoso e com muita paciência, sabedoria e muitas vezes duro quando necessário, me ajudou e sempre, sempre me alertou sobre os perigos da desobediência, da falta de santidade.

A dor de ser repudiada novamente é imensa.  Deus me ajude e me dê forças para prosseguir.

 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

%d blogueiros gostam disto: