CONJURAR

JESUS FALOU AO PAI
4 de janeiro de 2018
ALIMENTANDO MULTIDÃO
7 de janeiro de 2018



"Conjuro-te, pois, diante de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu Reino, Que pregues a Palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina." (2 Timóteo 4:1-2)

         O apóstolo Paulo, dirigindo-se ao jovem pastor Timóteo, faz uma conjuração diante de Deus e de Jesus Cristo, sabendo que o Senhor virá e julgará todos nós, tanto os vivos como os mortos. Essa conjuração, ou seja, esse juramento foi feito diante de Deus e de seu Filho Jesus Cristo para que Timóteo pregue, ensine, pratique a Palavra de Deus em todo o tempo. Paulo mostra e fala para Timóteo que não existe lugar apropriado para falar do Evangelho, porque em todo lugar e em todas as situações deve ser mostrado Cristo a todos, não somente com palavras doces, afáveis, mas exortando, admoestando, repreendendo, sempre com a doutrina de Jesus Cristo. Esse ensinamento, essa ordem é para todos nós que dizemos conhecer o Senhor, mas, principalmente, para muitos que se identificam como pastores, como líderes gospel, porque muitos acham que a função deles é somente quando estão em um altar, nos púlpitos fazendo sermões, pregando que tem que se falar da Palavra de Deus. Mas a função de pastor, primeiramente, ela é ininterrupta, é integral, ou seja, não existem descanso, folga, férias, da Palavra de Deus. A nossa função é pregar o Evangelho em casa, nos templos, na rua, no trânsito, no colégio, nas festas, nas rodas sociais, nas mídias, em toda parte. Mas pregar o Evangelho não é ficar somente dizendo para as pessoas que Jesus as ama. Pregar o Evangelho de Jesus Cristo é mostrar o seu amor por nós, por quem Ele veio e deu a sua vida; é chamar o povo ao arrependimento, mostrar que o pecado, que é desobediência, conduz ao sofrimento e à morte eterna. Pregar o Evangelho de Jesus Cristo é confrontar, é mostrar a Luz, a Verdade, o Caminho, é dar Vida, e em todo lugar devemos agir assim. Pregar o Evangelho não é ser simpático, agradável a ninguém, não é ser cortês, mas simplesmente falar a verdade bíblica, pregar o Evangelho de Jesus Cristo, não é expor nossas opiniões, e sim falar de Jesus e dos seus preceitos, porque o que pensamos não importa, mas o que Jesus pensa é lei. Devemos aprender que temos que mostrar o que existe em nosso interior, porque, se Jesus Cristo habita em nós, então, com certeza, nós o mostramos sempre. Mas se existe um lugar em que não podemos falar Dele, não podemos apresentá-lo, então é porque Ele não está presente em nós.

 "Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas." (2 Timóteo 4:3-4). Paulo, falando pelo Espírito, disse o que aconteceria, que é o que vemos hoje, pois a maioria não suporta a verdade, não suporta o Evangelho de Jesus Cristo. Pelo menos no meio denominado gospel, evangélico, ouvimos tantas mentiras, hipocrisias, pregam várias doutrinas, preceitos de homens, mas não ensinam a verdade de Jesus Cristo. Templos fazem seus convites com todos os tipos de oferecimento – e todos contrários ao Evangelho -, criam campanhas, para extorquirem o dinheiro do povo, comercializam seus produtos, desafios, oferecem o que Jesus nos mostrou que não nos é lícito nem desejar. Citam o Nome de Jesus, mas ensinam através de histórias de Israel, buscam trechos, na antiga lei, para justificarem suas pregações e ensinos heréticos. Esse povo que se tornou cativo das facilidades do pecado já não aceita ouvir a verdade, não quer saber que, para se unir a Cristo, deve praticar a santidade, deve se arrepender, abandonar os pecados, tem que se converter a Jesus. Não quer se render, e sim quer dominar, quer reinar, e entende que Deus tem a obrigação de dar o melhor para as pessoas aqui, que o compromisso do Senhor é com elas aqui e agora. Esse povo não conhece a Promessa do Senhor, que é Vida eterna, e entende, acredita em seus líderes que fazem várias promessas, e a maioria delas de riquezas e prosperidade, e não acredita em santidade. Eles não querem ouvir a Verdade, não querem o Evangelho de Jesus Cristo, querem somente palavras doces e afáveis, querem ouvir falar de um amorzinho permissivo que os entende e não condene as suas más ações. Escolheram o caminho da mentira e das facilidades, criaram para si pregadores, aduladores que aceitam, permitem e concordam com o divórcio, o recasamento, com a fornicação, com a mentira, com a barganha e com todos os tipos de pecados, e os ensinam a ser somente religiosos, somente frequentadores de templos, para ofertarem, dizimarem e participarem de campanhas, eventos, congresso e reuniões várias. "Mas tu, sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério." (2 Timóteo 4:5). Mas nós devemos ser sóbrios, devemos simplesmente viver o Evangelho de Jesus Cristo e não nos deixar contaminar pelo mundo, pelo modismo. Jesus é o mesmo ontem, hoje e eternamente, a sua Palavra é imutável e, portanto, não podemos tentar acrescentar, modificar ou suavizá-la. Não importa se estamos sofrendo perseguições, afrontas, ameaças, se estamos passando por lutas ou dificuldades, em todo tempo e lugar temos que continuar pregando o Evangelho de Jesus Cristo. Temos que mostrar que realmente somos habitações de Cristo, e que, assim como Cristo padeceu, importa que também padeçamos em seu Nome. E isso é motivo de honra, de orgulho, portanto, temos a obrigação, o dever de pregar o Evangelho de Cristo em todo tempo e lugar, melhor, devemos ser o Evangelho de Jesus Cristo. "Porque eu já estou sendo oferecido por aspersão de sacrifício, e o tempo da minha partida está próximo. Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda." (2 Timóteo 4:6-8).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino 

Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

 

%d blogueiros gostam disto: