ESTAMOS MORTOS

CONDENAÇÃO A GANÂNÇIA
27 de agosto de 2018
HUMANIDADE NOS ÚLTIMOS DIAS
28 de agosto de 2018


“Que diremos pois? Permaneceremos no pecado, para que a graça abunde? De modo nenhum. Nós, que estamos mortos para o pecado, como viveremos ainda Nele?” (Romanos 6:1-2)

 

          As pessoas têm o hábito de confundir as misericórdias do Senhor, confundir a sua Graça, porque imaginam que poderão sempre pecar e que o Senhor irá perdoá-las indefinidamente. Mas elas não sabem que para tudo existe um limite, e a Palavra de Deus nos fala que, quando pecamos deliberadamente, não existe mais perdão quando conhecemos a Palavra de Deus. Quando nos batizamos, quando entregamos as nossas vidas a Cristo, estamos entregando tudo, e a partir daí passamos a viver Nele, e essa maneira de viver é viver somente de acordo com o seu Evangelho, é fazer somente o que Ele permite, autoriza, e jamais fazer o que Ele nos proíbe. Quando nos batizamos em Jesus, estamos confessando, assumindo que Ele é o Senhor em nossas vidas, portanto, não fazemos nada mais pela lógica humana, pelo conhecimento do mundo, não agimos mais segundo as nossas emoções, porque estamos assumindo que estamos mortos para o pecado, mortos para o mundo e vivemos em Cristo, assim o pecado não tem poder sobre nós. Devemos saber que ser cristão não é somente levantar a mão e falar que aceita Jesus como seu salvador, não é somente ler a Bíblia, ou frequentar um templo denominacional qualquer. É ter uma mudança de vida radical, é agir exatamente como o Senhor determina, é se entregar totalmente, é pular de cabeça, é saber que não há mais para onde voltar, saber que não se pode voltar mais atrás, por isto entendo que a decisão de aceitar Jesus, aceitar viver de acordo com o Evangelho tem que ser pensada para que depois não se volte atrás e assim se acumulem pecados sobre pecados. Viver em Jesus é estar totalmente fora deste mundo, é estar sujeito a críticas, acusações de todos, mas sabendo que está fazendo o certo. “Ou não sabeis que todos quantos fomos batizados em Jesus Cristo fomos batizados na sua morte?” (Romanos 6:3). No batismo, estamos sendo batizados na morte de Jesus, estamos assumindo a sua morte, para que possamos ter vida assim como Ele. O batismo é sepultar o velho homem, a velha mulher carnal e renascer em Cristo, e a partir daquele momento vivermos de maneira diferente, não mais como vivíamos antigamente, porque, se nos batizarmos, mas continuarmos da mesma maneira, com certeza, estaremos acumulando pecados sobre pecados, e nosso fim será na morte por toda a eternidade.

 “De sorte que fomos sepultados com Ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida.” (Romanos 6:4). Quando nos batizamos, estamos nos sepultando, assim como Cristo foi sepultado e renasceu, ressuscitou e vive para sempre. Todos nós seremos ressuscitados, uns para a vida e outros para a morte e desonra eterna. Quando a trombeta tocar, todos acordarão, se levantarão e iremos ao encontro Dele. Assim, sabemos que os verdadeiros cristãos são pessoas mortas para o mundo. Com esse entendimento podemos analisar vários que se dizem cristãos, mas estão comprometidos com o mundo e sempre usam aquela frase criada pelo diabo: “Deus quer que todos sejam felizes”, o que é uma tremenda mentira. Deus quer que sejamos salvos Nele, que experimentemos a sua companhia por toda a eternidade, que desfrutemos de vida em abundância. Mas não podemos confundir, fazer confusão com o que é vida em abundância, pois muitos acham que essa vida em abundância é aqui, mas vida em abundância a que a Bíblia se refere é a vida ao lado do Senhor, é a vida eterna, quando não mais haverá choro, tristeza, lágrimas ou dor. Portanto, sejamos verdadeiros seguidores de Cristo, sejamos homens e mulheres mortas para o mundo, mortos para as nossas vontades carnais, sejamos pessoas comprometidas com a vida. “Porque, se fomos plantados juntamente com Ele na semelhança da sua morte, também o seremos na da sua ressurreição; sabendo isto, que o nosso homem velho foi com Ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, para que não sirvamos mais ao pecado.” (Romanos 6:5-6). Para nascermos em Cristo, é necessário primeiro morrermos Nele, é necessário sepultarmos o velho homem, a velha mulher, porque, para nascer, renascer, é preciso primeiro morrer. Assim, temos que usar o tempo em que aqui estamos para viver o Evangelho, para louvarmos, para exaltarmos e glorificarmos o Senhor, não somente com as nossas bocas, mas com todo o nosso corpo; termos o caráter de Cristo e nós o apresentarmos através de nós mesmos. Assim, todos os que estão mudando de religião, estão vindo para Cristo somente para receber alguma coisa, alguma bênção aqui estão enganados e não conhecem o Senhor. As pessoas que estão sendo enganadas por pregadores profissionais, imaginando que terão enxurradas de bênçãos, que serão prósperas, que serão vencedoras aqui sofrerão, pois a promessa para nós aqui é de lutas e sofrimentos, Jesus nos manda pegar as nossas cruzes e segui-lo. “Porque aquele que está morto está justificado do pecado. Ora, se já morremos com Cristo, cremos que também com Ele viveremos; Sabendo que, tendo sido Cristo ressuscitado dentre os mortos, já não morre; a morte não mais tem domínio sobre Ele. Pois, quanto a ter morrido, de uma vez morreu para o pecado; mas, quanto a viver, vive para Deus. Assim também vós considerai-vos certamente mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus nosso Senhor. Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para lhe obedecerdes em suas concupiscências; Nem tampouco apresenteis os vossos membros ao pecado por instrumentos de iniquidade; mas apresentai-vos a Deus, como vivos dentre mortos, e os vossos membros a Deus, como instrumentos de justiça. Porque o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da Graça.” (Romanos 6:7-14).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino

 

Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

%d blogueiros gostam disto: