PRESO POR JESUS

O CRENTE DEVE SER FIEL À PALAVRA
20 de novembro de 2018
LIBERTOS DO PECADO
22 de novembro de 2018


“E, estando eles falando ao povo, sobrevieram os sacerdotes, e o capitão do templo, e os saduceus, doendo-se muito de que ensinassem o povo, e anunciassem em Jesus a ressurreição dentre os mortos. E lançaram mão deles, e os encerraram na prisão até ao dia seguinte, pois já era tarde.” (Atos 4:1-3)

 

          Os capitães do templo, as autoridades do templo, a mando dos sacerdotes, ao ouvirem Pedro pregando a Bíblia, falando de Jesus Cristo, ensinando a Verdade, ficaram chateados, com inveja, e por isso mandaram prender Pedro e João. Os sacerdotes não queriam que o povo conhecesse a Verdade, aprendesse sobre Jesus Cristo. Eles não aceitavam as curas que Ele fazia e muito menos o que Pedro fez, ou melhor, realizou em Nome do Senhor. Por isto foram presos e colocados em prisão para que, no dia seguinte, fossem apresentados no sinédrio para serem interrogados. Podemos achar que não está correto, pois eles nada fizeram de errado para serem presos, ou para serem perseguidos, mas temos que crer é no Evangelho de Jesus Cristo, e se Jesus é o Nosso Mestre, então é normal sermos perseguidos, pois Ele foi perseguido, preso, cuspiram nele, escarraram nele, foi espancado, crucificado e morreu na cruz do Calvário em nosso lugar. Jesus tinha dito, tinha deixado bem claro que todos os seus discípulos sofreriam perseguições, que teríamos aflições, isto porque estamos em território inimigo, aqui só estamos peregrinando, pois a nossa casa, a nossa pátria é junto com Jesus, e até chegar o dia de nos reunimos com Ele, é normal e esperado todo tipo de luta e sofrimento por sermos seus discípulos. Nós não fomos enganados. Jesus deixou bem claro o que nos espera, portanto, devemos todo o tempo pregar o Reino de Deus, apresentar Jesus sem nos preocupar com o que possa nos acontecer. “Muitos, porém, dos que ouviram a Palavra creram, e chegou o número desses homens a quase cinco mil.” (Atos 4:4) Apesar da perseguição, da vigilância dos sacerdotes, as pessoas que ouviram o Evangelho de Jesus Cristo aceitaram a Palavra, e muitos se converteram, chegando à soma de cinco mil almas. Temos que observar que Pedro pregou só o Evangelho, sem nenhum outro oferecimento ou distração, a oferta é somente o Reino de Deus, é a salvação, e não as mentiras que são pregadas nos altares hoje em dia. Por esse motivo os pregadores atuais não sofrem perseguições, pois pregam um Evangelho diferente, e também as pessoas não se convertem a Cristo, mas a uma religião qualquer.

      “E aconteceu, no dia seguinte, reunirem-se em Jerusalém os seus principais, os anciãos, os escribas, E Anás, o sumo sacerdote, e Caifás, e João, e Alexandre, e todos quantos havia da linhagem do sumo sacerdote. E, pondo-os no meio, perguntaram: Com que poder ou em nome de quem fizestes isto?” (Atos 4:5-7). No dia seguinte, as principais autoridades eclesiásticas, a nata da religião, o sumo sacerdote – que era a figura máxima da religião – se reúnem para julgar Pedro e João por terem operado um milagre em Nome de Jesus. Querem saber em nome de quem eles operaram aquele milagre, não que eles não soubessem, eles perguntavam buscando um pretexto para acusar, espancar aqueles discípulos, porque, se eles confessassem que fora em Nome de Jesus, eles diriam que estavam errados, pois já tinham determinado que não se falasse nada com esse Nome. O que eles fazem é o que todos os cristãos deveriam fazer: nunca negar o Senhor, não importa a ameaça, devemos sempre falar em Nome do Senhor, e falar, mostrar, provar que Ele é Deus, e somente Ele opera milagres e maravilhas. Podemos ser ameaçados de sermos despedidos do nosso emprego, de sermos expulsos de algum lugar, de sermos ameaçados, de sermos presos e até de sermos mortos, devemos mesmo assim falar de Jesus, pregar o seu Evangelho, pois Ele é Deus e, se for a sua vontade, nos salva e nos protege. “Então Pedro, cheio do Espírito Santo, lhes disse: Principais do povo, e vós, anciãos de Israel, Visto que hoje somos interrogados acerca do benefício feito a um homem enfermo, e do modo como foi curado, Seja conhecido de vós todos, e de todo o povo de Israel, que em Nome de Jesus Cristo, o Nazareno, aquele a quem vós crucificastes e a quem Deus ressuscitou dentre os mortos, em Nome desse é que este está são diante de vós. Ele é a pedra que foi rejeitada por vós, os edificadores, a qual foi posta por cabeça de esquina. E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro Nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos.” (Atos 4:8-12). Pedro não se defendeu, nem pediu clemência, nem propôs acordo, ele simplesmente pregou o Evangelho, falou para essas autoridades religiosas quem era Jesus e ensinou o Evangelho. Pedro pregou e mostrou que quem fez o milagre foi Cristo, que eles tinham crucificado, que tinha morrido, mas estava vivo para todo o sempre. Temos que aprender com Pedro, com esse seu comportamento. Ele não se acovardou, falou com toda intrepidez sobre Jesus. Nós também devemos jamais negar o Nome do Senhor, e a todo o tempo pregar e exaltar o seu Nome. “Então eles, vendo a ousadia de Pedro e João, e informados de que eram homens sem letras e indoutos, maravilharam-se e reconheceram que eles haviam estado com Jesus. E, vendo estar com eles o homem que fora curado, nada tinham que dizer em contrário. Todavia, mandando-os sair fora do conselho, conferenciaram entre si, Dizendo: Que havemos de fazer a estes homens? porque a todos os que habitam em Jerusalém é manifesto que por eles foi feito um sinal notório, e não o podemos negar; Mas, para que não se divulgue mais entre o povo, ameacemo-los para que não falem mais nesse Nome a homem algum. E, chamando-os, disseram-lhes que absolutamente não falassem, nem ensinassem, no Nome de Jesus. Respondendo, porém, Pedro e João, lhes disseram: Julgai vós se é justo, diante de Deus, ouvir-vos antes a vós do que a Deus; Porque não podemos deixar de falar do que temos visto e ouvido.”(Atos 4:13-20).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino

Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

%d blogueiros gostam disto: