O AMOR FRATERNAL

CONHECENDO JESUS
20 de fevereiro de 2019
INTERROGATÓRIO
24 de fevereiro de 2019


“Permaneça o amor fraternal. Não vos esqueçais da hospitalidade, porque por ela alguns, não o sabendo, hospedaram anjos. Lembrai-vos dos presos, como se estivésseis presos com eles, e dos maltratados, como sendo-o vós mesmos também no corpo.” (Hebreus 13:1-3)

 

          Nós, os que nos identificamos como cristãos (isto quer dizer seguidores de Cristo, praticantes do Evangelho, obedientes aos seus preceitos), devemos praticar o amor fraternal, temos a obrigação de praticar o amor para com todos, caso contrário, somos mentirosos, hipócritas e não conhecemos Cristo, consequentemente, não o seguimos, pois como poderemos seguir quem não conhecemos? Isto porque a Palavra diz que Deus é Amor, e se Ele é Amor e se o seguimos, devemos então amar ao próximo como a nós mesmos, porque é mandamento do Amor, que é Deus. Amar é desejar para o próximo, o desconhecido, a pessoa que nunca vimos, o mesmo que desejamos que nos aconteça. Não podemos negar ajuda a ninguém, temos a obrigação de socorrer a todos os que vêm até nós pedindo, e não somente aos que vêm buscando socorro, nós mesmos devemos procurar essas pessoas que necessitam de ajuda para de alguma forma socorrê-las. Procurá-las e ajudá-las da melhor maneira possível com palavras, atenção, com ajuda material e de todas as maneiras nos colocando no lugar da pessoa e imaginando o que queríamos que nos fizessem, e assim fazermos a elas. Muitas vezes estamos socorrendo, atendendo, ajudando um anjo do Senhor, pois nos foi enviado para testar, provar o nosso amor, a nossa fidelidade à Palavra de Deus, porque muitos são os que dizem praticar o amor, mas fazem acepção de pessoas, as discriminam. Não podemos fazer diferença entre pessoas, temos que atender a todos, tanto nas ruas como em casas, hospitais ou na prisão, porque se alguém está na prisão, já está sendo julgado e isso será feito segundo as leis dos homens, mas nós temos que apresentar as leis de Deus, temos que apresentar o amor de Deus através das nossas vidas. Não importa o crime que tenha sido cometido para a pessoa estar em uma prisão, a nós importa o que o Senhor nos mandou, por isto simplesmente amamos aquelas pessoas e deveremos fazer tudo o que pudermos para ajudá-las. Antes de tudo, temos que ser obedientes ao Senhor, por isso amamos o nosso semelhante, não só com palavras, mas com atitude, porque não basta orar pelas pessoas quando elas passam necessidade de algo, primeiro atendemos, socorremos, depois oramos.

       “Venerado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; porém, aos que se dão à prostituição, e aos adúlteros, Deus os julgará.” (Hebreus 13:4). Temos que aprender a obedecer, a viver a Palavra de Deus, não podemos ficar satisfazendo os nossos desejos carnais, porque muitos pensam que não há problema em manter relações sexuais com pessoas casadas, ou pessoas casadas com outros casados ou solteiros, esquecendo que o Evangelho nos mostra que sexo é um direito exclusivo entre casais e que o adultério é o condutor da morte. Quando há um casamento, Deus transforma duas pessoas em uma, assim não se podem relacionar intimamente com mais ninguém até que a morte as separe. De igual forma, os solteiros jamais poderão manter relações sexuais enquanto não se casarem. Tantos os fornicadores, que é o relacionamento sexual entre pessoas não casadas, como os adúlteros, que é o relacionamento sexual entre pessoas casadas, porém se relacionando com outras que não os seus cônjuges, todos estes, se não se arrependerem e se converterem urgentemente, irão padecer por toda a eternidade. Casamento é algo muito sério, e em hipótese alguma podem acontecer traições, pois é traição a Deus, e com certeza conduz essas pessoas à morte. “Sejam vossos costumes sem avareza, contentando-vos com o que tendes; porque ele disse: Não te deixarei, nem te desampararei. E assim com confiança ousemos dizer: O Senhor é o meu ajudador, e não temerei O que me possa fazer o homem.” (Hebreus 13:5-6). Temos que aprender a dividir o que o Senhor nos dá, e não podemos em hipótese alguma ser avarentos, pois a avareza é pecado comparado na Bíblia com o pecado da feitiçaria, pois é idolatria. Temos que aprender que nada trouxemos a este mundo e que daqui nada iremos levar, portanto não podemos ficar idolatrando bens, coisas materiais, não podemos idolatrar o dinheiro, pois ele é o deus Mamom, e, quando o adoramos, estamos nos declarando inimigos de Deus. O dinheiro, a função dele, é nos servir, e não o contrário, portanto, devemos usar os recursos que nos venham à mão para vivermos bem e para ajudar os nossos semelhantes. Temos que confiar no Senhor sabendo que Ele cuidará de nós se estivermos vivendo de acordo com a sua vontade, isto sabemos porque é promessa Dele. Não podemos ser medrosos, temer as pessoas por mais que nos ameacem, porque nada nos acontecerá se não for a vontade ou por permissão de Deus. “Lembrai-vos dos vossos pastores, que vos falaram a Palavra de Deus, a fé dos quais imitai, atentando para a sua maneira de viver. Jesus Cristo é o mesmo, ontem, e hoje, e eternamente.” (Hebreus 13:7-8). Temos que orar, nos apoiar e nos preocupar com os nossos pastores, estes que cuidam da nossa vida espiritual, estes que nos entregam o alimento que vem do céu, porque são homens, são seres humanos como quaisquer outros, portanto, têm necessidades, dificuldades e lutas, assim devemos ajudá-los, pois eles necessitam também do nosso amor e atenção. Afinal, eles têm dedicado a vida a nos trazer ensinamentos do Senhor e orar, interceder por nós, mas eles também precisam das nossas orações. “Não vos deixeis levar em redor por doutrinas várias e estranhas, porque bom é que o coração se fortifique com Graça, e não com alimentos que de nada aproveitaram aos que a eles se entregaram.” (Hebreus 13:9).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino

Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

%d blogueiros gostam disto: