Deleites

Seja feita a Tua Vontade
11 de abril de 2019
A Fé
12 de abril de 2019

“De onde vêm as guerras e pelejas entre vós? Porventura não vêm disto, a saber, dos vossos deleites, que nos vossos membros guerreiam?” (Tiago 4:1)

Quando analisamos as nossas atitudes, a nossa maneira de viver, chegamos à conclusão de que somos tolos, porque passamos a vida toda lutando para obter coisas que não levaremos, mas que ficarão para outros desfrutarem, ou se perderão. Nós passamos as nossas vidas trabalhando, lutando para conquistarmos bens materiais, querendo juntar dinheiro e, no final, muitas vezes não podemos desfrutar nada, pois, quando resolvemos parar, é porque estamos doentes, enfermos ou velhos demais. As pessoas adoecem cedo, envelhecem por causa dos esforços, das noites mal dormidas, do excesso de trabalho, da má alimentação, ou de alimentação fora do horário, tudo para obterem coisas. Vão a templos denominacionais, igrejas, não em busca de conhecer o Senhor ou de procurar se adaptar ao Evangelho, não buscando vida, mas buscando prosperidade material, pedindo coisas, e por isso nada conseguem. Muitos não têm tempo para a família, outros são desonestos, exploram empregados, pagam mal, abusam, tudo para conseguirem ter cada vez mais, só não percebem que estão se destruindo, pois depois irão padecer por toda a eternidade. Nós, na verdade, precisamos de muito pouco para vivermos, para desfrutarmos de vida abundante e eterna, precisamos somente reconhecer o Senhor Jesus como nosso Salvador e dedicarmos nossas vidas a Ele; precisamos obedecer a sua Palavra e deixarmos ser guiados por Ele. “Cobiçais, e nada tendes; matais, e sois invejosos, e nada podeis alcançar; combateis e guerreais, e nada tendes, porque não pedis. Pedis, e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites.” (Tiago 4:2-3). As pessoas cobiçam, desejam sempre ter mais, querem conforto, luxo, querem ter em excesso e acabam destruindo as suas vidas, e a maioria consegue somente dores e frustrações, não consegue a tão sonhada realização financeira, material. As pessoas pedem, clamam a Deus coisas que não estão de acordo com a sua Palavra e que não são promessas Dele, e por isso nunca as recebem, apesar de fazerem todos os esforços, de participarem de campanhas e de tudo mais, porque o que pedem ao Senhor não é para engrandecer o Reino, mas simplesmente para o deleite delas. As pessoas se destroem e destroem os outros para conseguirem o que as conduzirá para o sofrimento, vergonha e morte eterna.
“Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.” (Tiago 4:4). As pessoas se preocupam muito com a felicidade imediata, que é passageira, porque querem desfrutar de tudo o que desejam. Querem desfrutar dos prazeres do mundo achando que têm o direito, e por tal motivo não têm a preocupação, o medo de cometerem adultérios, fornicação, homossexualismo, e assim afundam cada vez mais em um mar de lama que as afasta do Senhor e as conduz para a destruição eterna. Por amarem o mundo, que está morto no maligno, muitos se preocupam exclusivamente em viver o momento aqui, não sabendo que tipo de sofrimento as aguarda, por isto e com esses gestos mostram que são sem juízo. Quando dedicamos as nossas vidas a desfrutar do mundo, das melhores coisas às quais achamos que temos direito, quando atendemos aos desejos da nossa carne, estamos nos declarando inimigos de Deus, e como inimigos sabemos que temos somente um caminho: a morte eterna, pois será para onde Deus nos enviará, porque o inferno é o lugar de todos os inimigos do Senhor. “Ou cuidais vós que em vão diz a Escritura: O Espírito que em nós habita tem ciúmes? Antes, Ele dá maior graça. Portanto diz: Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes.” (Tiago 4:5-6). Somos feitos, criados para sermos um povo santo e separado para Deus, e por tal motivo o Senhor tem zelo e ciúmes de nós, e deseja que sejamos fiéis a Ele, que busquemos sempre a sua companhia, que não sejamos traidores, adúlteros. Sim, porque todos os que trocam o amor, a Graça e a misericórdia de Deus pelos prazeres mundanos estão rejeitando a sua companhia, estão adulterando contra Ele, estão o traindo, por isto recebem o tratamento de inimigos, de adversários do Senhor. Temos que aprender que aqui é somente um lugar por onde devemos passar, que é somente um lugar de peregrinação em direção ao Reino, e que todos os atrativos que o mundo oferece são somente para desviar, para que saiamos debaixo da potente mão do Senhor, porque Jesus deixou bem claro que o príncipe deste mundo é o diabo, o mesmo que tentou Jesus de todas as formas e que o Nosso Mestre rejeitou, e se somos seguidores de Jesus, temos que aprender a rejeitar também. Quando aprendemos a viver segundo o Evangelho de Jesus Cristo, então rejeitamos todas as ofertas do mundo e do diabo, mas mantemos nossos olhos fixos em nosso Mestre, porque sabemos que é Nele que encontraremos vida. Sejamos simples, sejamos humildes, sejamos filhos de Deus e rejeitemos os prazeres do mundo. Aprendamos a nos contentar com o que o Senhor nos dá, não nos preocupemos em reinar, dominar aqui, não desejemos coisas grandes demais, mas busquemos de maneira incansável viver de acordo com a vontade do Senhor. “Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. Chegai-vos a Deus, e Ele se chegará a vós. Alimpai as mãos, pecadores; e, vós de duplo ânimo, purificai os corações.” (Tiago 4:7-8).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

%d blogueiros gostam disto: