Falando ao Povo

A fé vem pelo ouvir
20 de maio de 2019
Poder do Espirito
21 de maio de 2019

“E, estando eles falando ao povo, sobrevieram os sacerdotes, e o capitão do templo, e os saduceus, doendo-se muito de que ensinassem o povo, e anunciassem em Jesus a ressurreição dentre os mortos. E lançaram mão deles, e os encerraram na prisão até ao dia seguinte, pois já era tarde.” (Atos 4:1-3)

Os apóstolos Pedro e João tinham curado um aleijado em Nome de Jesus. Por esse motivo, as autoridades judaicas estavam chateadas com eles, principalmente por terem feito isto em Nome de Jesus Cristo. Mas como tudo o que o Senhor faz tem propósitos grandiosos, eles aproveitaram a oportunidade para pregar o Evangelho a todas as pessoas que viram o milagre, a todas as pessoas que viram aquele que fora deficiente físico e que agora andava normalmente, e elas glorificavam o Nome do Senhor. Assim, as autoridades judaicas mandaram os guardas do templo interromperem a pregação deles e os prenderam, colocando-os no cárcere, na cela, até o dia seguinte, quando pretendiam interrogá-los. Sabemos que o real motivo era a inveja e que eles não pretendiam interrogá-los para saber o que tinham feito, pois tudo isso eles sabiam; queriam, na verdade, conseguir um pretexto para os acusar e os condenar. “Muitos, porém, dos que ouviram a Palavra creram, e chegou o número desses homens a quase cinco mil.” (Atos 4:4). Mas muitas daquelas pessoas que tinham ouvido a pregação de Pedro entenderam, aceitaram e se converteram a Cristo. Quando analisamos esse fato no dia de hoje e fazemos um parâmetro, observamos que as pessoas estão incrédulas, porque muitas delas não têm somente visto milagres acontecerem na vida dos outros, mas também na delas. Muitas pessoas têm recebido milagres, livramento, têm recebido socorro sabendo que foi o Senhor, mas mesmo assim não se convertem, continuam nos mesmos pecados, nas práticas erradas e mundanas. Pessoas citam o Nome do Senhor (que é Santo para sempre Amém), mas continuam no erro, somente viram religiosas. Não conseguimos entender como as pessoas, sabendo que o Senhor é Deus e opera milagres e maravilhas, tendo visto o sobrenatural do Senhor, não se convertem e ainda teimam em continuar nos pecados. Não adianta falar que Deus é bom, não adianta frequentar templos, se não houver conversão e abandono de pecados, não adianta cantar hinos ou músicas, não adianta orar se não houver conversão, arrependimento verdadeiro.
“E aconteceu, no dia seguinte, reunirem-se em Jerusalém os seus principais, os anciãos, os escribas, E Anás, o sumo sacerdote, e Caifás, e João, e Alexandre, e todos quantos havia da linhagem do sumo sacerdote. E, pondo-os no meio, perguntaram: Com que poder ou em nome de quem fizestes isto? ” (Atos 4:5-7). No dia seguinte, reuniram-se todas as principais autoridades religiosas judaicas com o objetivo de interrogar e julgar Pedro e João por terem curado um aleijado em Nome do Senhor e por terem pregado, ensinado sobre Jesus Cristo. De igual maneira isso se repete diariamente pelo mundo afora, pois Jesus continua curando, continua fazendo aleijados andarem, cegos enxergarem, curando leprosos e várias outras enfermidades físicas, espirituais, da alma, mas principalmente curando e libertando os que estão presos espiritualmente. Jesus liberta centenas de pessoas diariamente que são servas do diabo, que estão aprisionadas, mas mesmo assim as pessoas fazem questão de creditar os milagres a outros deuses e santas. Dizem que foi determinada santa ou determinado santo que assim fez, mas não reconhecem que foi o Senhor que assim fez para que a Palavra Dele se cumprisse. As autoridades querem que eles repitam em nome de quem fizeram aquele milagre, ou seja, como conseguiram fazer aquele sinal e através de quem o fizeram. “Então Pedro, cheio do Espírito Santo, lhes disse: Principais do povo, e vós, anciãos de Israel, Visto que hoje somos interrogados acerca do benefício feito a um homem enfermo, e do modo como foi curado, Seja conhecido de vós todos, e de todo o povo de Israel, que em Nome de Jesus Cristo, o Nazareno, aquele a quem vós crucificastes e a quem Deus ressuscitou dentre os mortos, em Nome desse é que este está são diante de vós.”(Atos 4:8-10). Pedro responde com intrepidez, não titubeia em falar que o que eles fizeram foi em Nome do Nosso Senhor Jesus Cristo, o qual eles crucificaram e o levaram à morte. Observamos que Pedro não somente fala que foi o Senhor como os acusa de maneira clara e mostra o Poder do Senhor, pois fala que eles o mataram, mas Deus Pai o ressuscitou dentre os mortos, e hoje Jesus vive para sempre e continua curando, assim como Ele tinha acabado de curar aquele aleijado. Pedro teve coragem bastante de pregar a Palavra de Deus para as autoridades, e, principalmente, não teve receio, medo de falar a verdade. Ao contrário, os pregadores modernos não têm coragem de condenar o pecado por medo de ofenderem suas ovelhas e elas abandonarem seus templos. Os atuais pregadores, na sua maioria, não pregam contra o pecado, porque eles estão preocupados em agradar as ovelhas e não o Senhor, eles não têm compromisso com o Senhor, e por tal motivo aceitam e toleram o pecado. “Ele é a pedra que foi rejeitada por vós, os edificadores, a qual foi posta por cabeça de esquina. E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos. Então eles, vendo a ousadia de Pedro e João, e informados de que eram homens sem letras e indoutos, maravilharam-se e reconheceram que eles haviam estado com Jesus.” (Atos 4:11-13).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

%d blogueiros gostam disto: