Nada saber

Deus nos concedeu o maior Dom
17 de julho de 2019
Supremo Governador
18 de julho de 2019

“E eu, irmãos, quando fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, não fui com sublimidade de palavras ou de sabedoria. Porque nada me propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado.” (1 Coríntios 2:1-2)

O apóstolo Paulo faz questão de lembrar aos irmãos, à igreja em Coríntios que, quando ele esteve pela primeira fez pregando o Evangelho a eles, não o fez com palavras persuasivas e enganosas. Ele simplesmente pregou o Evangelho de Jesus Cristo, pregou a Verdade e não escolheu palavras agradáveis, ele simplesmente falou de maneira clara. Isto é totalmente o contrário do que se prega na maioria dos templos atuais, pois os pregadores modernos se esmeram em usar uma verborragia convincente, carismática, e palavras dóceis para agradar a todos. Os pregadores atuais já não condenam o pecado, falam o tempo todo de bênçãos, de promessas, de milagres, curas, apesar de não vermos isso acontecer, mas conseguem enganar o povo. Para fidelizar as pessoas em seus templos, eles as convencem a pegar os envelopes e ofertar, a participar de campanhas e desafios. São especialistas em enganar o povo com palavras suaves e sorrisos, e infelizmente as pessoas não percebem que estão correndo para o sofrimento e morte eterna. Temos que seguir o exemplo de Paulo e só falarmos, só ensinarmos sobre Jesus, e não ficarmos preocupados em agradar ninguém, pois o único a quem devemos agradar é o Senhor, e isto fazemos com obediência a sua Palavra e à verdade. Temos de ensinar, apresentar Jesus Cristo, que foi preso, surrado, espancado e depois morreu na cruz do Calvário para nos dar vida, e que Deus Pai o ressuscitou dentre os mortos, e hoje Ele vive e Reina para sempre. “E eu estive convosco em fraqueza, e em temor, e em grande tremor.” (1 Coríntios 2:3). Todas as vezes que vamos pregar, que vamos ensinar sobre o Reino, quando estamos apresentando o Evangelho, sentimos temor. Na verdade, temos medo de não estarmos ensinando de maneira correta, porque temos que agradar ao Senhor. Sabemos que é a nossa obrigação pregar e ensinar sobre santidade, sobre abandono de pecados, sobre arrependimento, sobre viver uma vida santa, e sobre a salvação, e jamais em tempo algum podemos nos esquecer de condenar o pecado em todas as esferas. Temos que compreender que nada podemos ou conseguimos esconder do Senhor, pois Ele sonda os nossos pensamentos e intenções do coração.
“E a minha palavra, e a minha pregação, não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito e de poder; Para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria dos homens, mas no poder de Deus.” (1 Coríntios 2:4-5). Não devemos tentar usar palavras bonitas, ou tentar convencer as pessoas, devemos ensinar o Evangelho sabendo que quem convence é o Espírito Santo. Não devemos ficar preocupados em fazer as pessoas ofertarem, pois quem mantém a obra é o Senhor, e nós não temos que nos preocupar com coisas materiais, e sim com as espirituais, pois para isto fomos chamados. As pessoas têm que conhecer Cristo, e não nós, porque, na verdade, somos meros servos do Senhor, e a nossa função é apresentar o Nosso Senhor. Assim, não adianta a nossa lógica humana, nosso conhecimento ou estudos, se tivermos, devemos deixar que o Espírito de Deus nos use e que falemos somente o que Ele quiser. Somos servos do Senhor, portanto, falamos Dele e mostramos que o nosso Deus não é um deus bonzinho que tolera ou aceita o pecado, mas que exige santidade, e que a Promessa do Senhor é vida em abundância, vida eterna, e não outras coisas como esses pregadores fazem crer. Portanto, sabemos que os anticristos já estão no mundo, pois, apesar de citarem o Nome do Senhor (que é Santo para sempre Amém), eles pregam contra, ensinam contra a própria Palavra, e fazem isso utilizando parte de versículos. “Todavia falamos sabedoria entre os perfeitos; não, porém, a sabedoria deste mundo, nem dos príncipes deste mundo, que se aniquilam; Mas falamos a sabedoria de Deus, oculta em mistério, a qual Deus ordenou antes dos séculos para nossa glória; A qual nenhum dos príncipes deste mundo conheceu; porque, se a conhecessem, nunca crucificariam ao Senhor da glória.”(1 Coríntios 2:6-8). Falamos das coisas espirituais e não de coisas materiais e ou físicas, não falamos em prosperidade nem em milagres e bênçãos, porque sabemos que, quando o Senhor quer, Ele abençoa, cura, liberta, o que devemos fazer é buscar em primeiro lugar o seu Reino, sabendo que as demais coisas serão acrescentadas. Assim, não podemos fazer shows, campanhas, eventos, pois tudo isso é coisa da carne, nós só apresentamos Jesus Cristo, as pessoas têm que vir querendo Jesus, e não para se divertirem, pois não temos nenhuma diversão para oferecer, nós oferecemos, apresentamos o Senhor Jesus Cristo. “Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam. Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus. Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus.” (1 Coríntios 2:9-11).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

%d blogueiros gostam disto: