A Justificação

Supremo Governador
18 de julho de 2019
Levanta-te!
19 de julho de 2019

“Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo; Pelo qual também temos entrada pela fé a esta Graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança da Glória de Deus.” (Romanos 5:1-2)

Nós fomos justificados pela fé em Cristo, portanto, temos paz com Deus. Devemos compreender essa justificação, porque há muita confusão, são muitos os que entendem que agora podem fazer e viver da maneira como acharem melhor, porque já foram justificados. Outros ainda entendem que sempre irão contar, desfrutar das misericórdias do Senhor, e, assim, não se preocupam em se desvencilhar do pecado, e com isso estão caminhando para a desonra e morte eterna. Temos a Porta aberta, temos a possibilidade de sermos salvos, mas isto só ocorre pela fé, e é a mesma fé que nos conduz, nos leva a praticar os preceitos do Senhor, fé que nos faz temer o Senhor sabendo que toda a decisão está em suas mãos, que as nossas vidas estão sob o seu controle. Quando entendemos isso, então nos alegramos, nos gloriamos e sabemos que o Senhor nos dará descanso no momento certo, porque sabemos que devemos amá-lo acima de tudo e de todos, pois estamos amando a Vida e sempre odiando a morte. Para termos paz com Deus, para desfrutarmos a paz que o Senhor proporciona, é necessário nos submeter a Ele, é necessário fé, pois sem fé é impossível agradá-lo. Tendo essa paz conhecendo o Senhor, então nos gloriamos, somos alegres, somos felizes, independentemente de qualquer coisa ou situação pela qual estejamos passando, pois sabemos que a nossa Esperança está Viva. “E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência, E a paciência a experiência, e a experiência a esperança.” (Romanos 5:3-4). Assim, o Cristão legítimo, autêntico, verdadeiro, não se entristece com as lutas, não reclama por causa de desertos, não fica lamentando por causa de batalhas ou por algum sofrimento, porque ele segue os mesmos passos de Cristo, que é o Nosso Mestre e sabe que a vitória está garantida para os que vivem pela fé, e estes têm paz com Deus. Nós, os seguidores de Cristo, devemos estar acostumados com lutas e sofrimentos, pois o Senhor já há muito nos alertou sobre isso, e não podemos querer de outra maneira, uma vez que estamos em território inimigo. As lutas produzem em nós paciência e experiência que nos conduzirão à nossa Esperança.
“E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.” (Romanos 5:5). A Esperança não traz confusão, ao contrário, traz paz, alegria, conforto, salvação, porque a Esperança é Cristo. Temos o conhecimento de quem é o Senhor, o Espírito de Deus nos alerta, nos mostra constantemente que a nossa salvação, nossa esperança é Cristo. Portanto, vivemos pela fé em Cristo sem nos importar muito com o que o mundo pode nos fazer, porque sabemos que temos uma vida para ser vivida ao lado do Senhor. Viver pela fé em Cristo é viver de maneira consciente, sabendo que não temos e não podemos ficar perdendo tempo com as coisas mundanas. Não ficamos reclamando porque já estamos mortos para o mundo, assim não esperamos nada aqui, pois a Nossa esperança, que é Cristo, não nos prometeu nada aqui. Não somos enganados e não procuramos nos enganar, mas, como seguidores da Luz, somos luzes Nele, e assim não há trevas em nós. Conhecemos a Verdade e por esse motivo seguimos sem olhar para trás. Procuramos todos os dias mortificar nosso corpo, pois, para vivermos para Cristo, devemos estar mortos para o mundo. “Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios. Porque apenas alguém morrerá por um justo; pois poderá ser que pelo bom alguém ouse morrer. Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.”(Romanos 5:6-8). Temos a certeza da nossa Esperança, de que, se vivermos como Ele, também seremos salvos Nele, porque o seu Amor é comprovado ao morrer em nosso lugar, em ocupar o lugar que era destinado a nós, pecadores. Ele não tinha pecados e se fez pecador em nosso lugar. Pagou um alto preço, e isto sim é que é amor, por isso sabemos que que a sua Promessa se cumprirá se nós nos submetermos a Ele. Jesus não veio com palavras bonitas falando em amor, Ele era o próprio Amor e se apresentou assim, nos amou de uma maneira que ninguém jamais poderia nos amar, e deseja tão somente que desfrutemos e permaneçamos nesse Amor. Temos que entender isso, temos que compreender esse Amor, para que possamos falar realmente que o amamos, porque não são palavras emotivas que nos aproximam do Senhor, e nem muito menos lágrimas, o que nos aproxima do Senhor é obediência, temor. Precisamos conhecer o Amor, precisamos praticar a fé, precisamos desfrutar da paz com Deus, e ela está ao alcance de todos os que o buscam. “Logo muito mais agora, tendo sido justificados pelo seu Sangue, seremos por Ele salvos da ira. Porque se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, tendo sido já reconciliados, seremos salvos pela sua vida. E não somente isto, mas também nos gloriamos em Deus por nosso Senhor Jesus Cristo, pelo qual agora alcançamos a reconciliação.” (Romanos 5:9-11).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

%d blogueiros gostam disto: