Restauração do meu casamento

A confissão dos pecados e o perdão por Cristo
1 de agosto de 2019
Ousadia
2 de agosto de 2019

Clique e assista-nos Ao Vivo!

Edna Marques
E-mail: [email protected]
São Paulo. SP

Meu nome é Edna, casada há 28 anos. Tenho dois filhos abençoados. Sirvo um Deus que está e sempre esteve no controle da minha vida.
Venho compartilhar meu testemunho para edificar a fé dos meus amados irmãos, sabendo que para receber a vitória temos que buscar primeiramente a Deus, e acima de tudo ter fé, paciência,  perseverar na oração, não duvidar mesmo que não veja nada acontecendo, se manter firme em todos os momentos da provação, ter obediência, e vigiar para não cair em tentação.
Pois bem, tudo começou por meio de uma profecia, no final do  ano de 2017, convidei minha vizinha e meu marido para irmos para a Igreja.  Sentamos nas primeiras cadeiras. O Pastor convidado para ministrar a palavra era de outra congregação, durante a ministração, o Pastor saiu do púlpito e veio ao encontro do meu marido, colocou a mão sob o seu peito e falou:  Meu irmão você tem um coração muito bom e por causa dessa  bondade as pessoas se aproveitam. Depois ele perguntou ao meu marido: ela é sua mulher??? O meu marido respondeu sim. Ele pediu para o meu marido segurar na minha mão. Quando meu marido segurou em minha mão, ele colocou a mão para o alto e veio em direção a nossas mãos que estavam unidas, ele tentou corta e falou: Tem alguém que vai querer separar vocês, mas o que Deus uniu homem nenhum separa. No momento chorei muito ao receber a profecia, mas tinha a certeza que no meu casamento ninguém tocaria se não tivesse a permissão de Deus.
Meu casamento não estava em crise, eu era muito segura, pois vivíamos muito bem. Todo o tempo, nós demonstrávamos um amor muito lindo que sentíamos um pelo outro com gesto de carinho e com palavras como: Eu te amo, não sei viver sem você. Um marido abençoado e um pai maravilhoso. Entretanto, devido a essa segurança que eu sentia sobre o meu casamento foi onde eu pequei e fui parar no deserto ao colocar o meu marido em primeiro lugar em tudo.
Quero abrir um parêntese para contar os momentos que passei no deserto: Depois de termos  passados as férias de final de ano juntos com meus filhos e familiares não havia nada de estranho entre nós; uma discussão aqui outra lá, mas nada de anormal, coisa de casal. No mês de fevereiro, meu marido resolveu viajar a serviço. Ele foi atender um cliente em S. José do Rio Preto. Ele nunca tinha viajado a serviço, mas algo que me chamou atenção foi que ele não atendia as minhas ligações e quando ele  resolveu ligar para mim, eu  perguntei o porquê dele não estar atendendo as  minhas ligações e  ele respondeu: Estou na casa de cliente a serviço  e fica chato eu ficar atendendo ligações, até então entendi.  Depois de 20 dias ele resolve retornar a esse mesmo cliente, só que desta vez a ausência dele foi muito maior. Ele ficou incomunicável, depois de 3 dias que ele veio dar notícias falando que estava na fazenda do cliente e esqueceu o celular na casa… Foi difícil de acreditar, mas agi como uma mulher sábia e não discutindo via telefone,  deixando para conversarmos em casa.
Para completar, no final de fevereiro, a empresa que eu trabalhava por quase nove anos encerrou as suas atividades… Com a desconfiança  e o desemprego a preocupação só aumentava. Ao entrar no quarto encontrei meu marido trocando mensagens pelo WhatsApp, instinto de mulher… Logo perguntei: com quem você conversa? Ele respondeu que era com uma amiga, mas algo me dizia no fundo do meu coração que tinha algo a mais nessa simples conversa. Eu não tenho este costume de fazer estes tipos de perguntas deixando ele sempre livre, mas eu fiquei com uma pulga atrás da orelha. Peguei o celular dele e perguntei para ele quem é está mulher? Ele olhou pra mim assustado e respondeu uma amiga eu já te disse… Eu falei vou perguntar mais uma vez: quem é esta mulher?… Ele falou uma ex namorada de Santa Catarina. Eu falei você mantém contato com uma ex namorada assim como se fosse normal? Ele disse que ela foi a sua primeira namorada, ela o encontrou pelo face e que hoje eram amigos. Eu perguntei desde quando e ele respondeu: desde janeiro. Mantive-me firme para não perder o controle.
No mês de março o meu marido resolve viajar para Santa Catarina para visitar o irmão que estava passando por um problema de saúde e eu falei para ele: eu vou junto com você, não estou trabalhando, mas ele logo arrumou uma discussão e eu entrei na dele e ele estava muito estranho falou que eu não iria, que ele iria sozinho. Fiquei muito triste, chorei muito, e ele acabou viajando. Quando ele chegou de viagem estava muito estranho. Foi neste momento que vi que eu precisava da ajuda de Deus, pois o meu casamento fugiu do meu controle. Mexendo no celular dele achei umas duas fotos: ele com ela… Mostrei para ele e perguntei o que significava aquelas fotos no celular dele e ele confessou que se encontrou com ela no shopping.
Meu mundo literalmente foi ao chão… Discutimos muito a respeito e vi que só Deus para me ajudar nessa hora tão difícil. Foi aí que comecei a escrever cartas para Deus. Nessas cartas, eu falava pra Deus… Que não existia esposa ou esposo perfeito, nem filhos perfeitos, nem casamento e família perfeita, mas eu afirmava que se colocarmos Jesus em nosso relacionamento encontraria a perfeição… Porque para ser perfeito teríamos que deixar Deus no controle de nossas vidas. Comecei a buscar ao Senhor com jejum e oração para poder aumentar a minha fé e me ajudar a passar por esta luta…
Sabendo eu que a minha luta só estava começando, por esteve motivo tinha que aumentar aminha fé. Meu marido comentou que iria embora de casa porque estava sufocado, ele não gostava mais de nossa casa, ele não estava feliz e que ele precisava ser feliz… E falou que não me amava mais. Eu chorei muito porque eu não acreditava em uma só palavra, tinha certeza que ele estava sendo usado pelo inimigo. Meu marido começou a viajar de 15 em 15 dias para Santa Catarina, eu ficava em minha casa com meus filhos chorando, pois não acreditava no que estava acontecendo. Em uns dos cultos que fui logo ao início do meu deserto… Guardei em minha memória o que disse o Senhor naquela noite: Nesta batalha não terás que pelejar, pois o Senhor pelejará por você, Glória a Deus, louvado seja o nome do Senhor, e com essas palavras segui em frente crendo nas promessas do Senhor.
Foras dias e meses difíceis eu emagreci  6 quilos  e comecei a orar desesperadamente pedindo por socorro, chegando a ficar com os meus joelhos inchados de tanto ficar dias e dias de joelhos por muito tempo. Um dia eu estava em meu quarto orando, clamando a Deus por socorro, o Salmos que eu mais clamava era o Salmo 70: Apressa-te, ó Deus, em me livrar; SENHOR, apressa-te em ajudar-me. Clamando desta maneira eu tinha a certeza que Deus iria dar um basta na minha luta, mais acredite, o nosso tempo não é o tempo do Senhor. Neste mesmo dia o meu filho mais velho entrou em meu quarto e viu a minha aflição e o clamor e falou: mãe eu não aguento mais te ver desse jeito, por favor, levanta, eu falei: filho eu estou orando, ele falou: mãe você não está, por favor, vem eu te ajudo. Eu não conseguia me levantar de tão fraca que eu estava, pois passava dias e dias em jejum, com as pernas trêmulas ele me colocou na cama, me cobriu, me deu água e adormeci.
Depois deste dia percebi que a minha súplica por socorro estava fazendo mal para os meus filhos. Procurei buscar ao Senhor com jejum e oração, pois o tempo da súplica  tinha passado. No  mesmo mês eu estava ouvindo alguns testemunhos sobre restauração de casamento quando deparei com o site do Ministério Atalaia de Deus e decidi entrar em contato com o  Pastor Lino, deixei recado e ele me retornou, fez umas séries de perguntas, pediu pra eu assistir os 10 vídeos com atenção e que depois voltaria a me ligar, eu achei que não retornaria, mas depois de uns dias a Cris do Ministério entrou em contato e fez várias e várias perguntas e começou a me acompanhar. Eu louvo a Deus pela vida dela, um anjo em minha vida. Nos momento que eu pensava que estava só a Cris ligava para me ajudar com palavras de ânimo e não me deixava desistir do meu propósito pela  busca da restauração do meu casamento. Falei para a Cris que eu estava sentindo uma tristeza tão grande que pensei até em tirar minha vida. A Cris pediu para eu não pensar mais nessas coisas para eu continuar com minhas orações e buscar o Senhor e deixar Deus cuidar do meu marido.
Falei para Cris que meu marido tinha decidido ir embora de casa e já tinha até data e que os papéis para dar entrada no divórcio já estavam nas mãos da advogada. A Cris orientou a o deixar ir e para eu não se preocupar quantos os papéis e pediu para eu não pôr as minhas mãos. Mesmo com todas as orientações eu me preocupava muito, pois não sabia como seria minha vida sem o meu marido, com dois filhos e desempregada.
No feriado de 12 de outubro a Cris me convidou para visitar o Ministério, eu aceitei, fui com mais 3 ovelhas nessa viagem abençoada, conheci o Pastor Lino, a Cris  e toda a equipe que faz parte do Ministério. Conheci muitas ovelhas e percebi que eu não estava sozinha buscando por restauração de casamento e me senti mais fortalecida por ouvir histórias parecidas com a minha e todos com os mesmo propósitos de buscar a Deus em primeiro lugar, e as demais coisas serão acrescentadas. Aprendi neste deserto que eu precisava viver um dia após o outro, deixar tudo no controle de Deus e que Ele supriria todas as minhas necessidades. Até que Chegou o dia que eu mais temia: o dia que meu marido decidiu sair de casa levando tudo, 14 de novembro de 2018… Enquanto ele levava as malas com seus pertences para o carro meu coração parecia saltar de tão aflita que eu estava, mas nenhum momento eu deixei transparecer, me posicionei sempre se lembrando da orientação do Pastor Lino… Deixe-o ir, não ponha as suas mãos. Difícil, mas aguentei passar por este momento.

No momento em que ele estava saindo eu não aguentei e corri para casa da vizinha, bati na porta desesperada, ela abriu eu corri para os braços dela e chorei por alguns minutos, quando eu o ouvi me chamando: Edna… Eu abri a porta ele falou: eu já estou indo, você não vai se despedi de mim, falei que não, ele perguntou duas vezes e eu falei que não… Ele desceu e meu filho desceu junto, quando a porta do elevador se fechou… Eu fiquei preocupada com meu filho, em seguida chamei o elevador e desci e corri até o carro e perguntei pelo meu filho e falou: ele subiu… Quando eu estava fechando a porta do carro ele perguntou: você não vai se despedir de mim eu falei que não. Quando eu estava na porta do elevador ele ficou me olhando como se quisesse falar algo, mas não olhei para trás e deixei-o seguir o em frente. Chegando em casa sentir que meu coração sangrava de tanta dor, adormeci e quando eu acordei chorando muito resolvi enviar uma mensagem pelo whatsaap e falei: desculpa por não ter me despedido de você, era até onde eu poderia suportar, mas te desejo uma boa viagem, só uma coisa eu te peço, aconteça o que acontecer não dê a Maya (cachorrinha ). Ele de imediato respondeu: Eu entendo e quero que você saiba que você é a mulher que sempre amei. Pode deixar… Vou cuidar bem da Maya, pois ela é minha e não vou dar ela para ninguém, eu juro, acredite. Eu admiro muito a sua fé. Bjs.
Depois dessa conversa eu bloqueei ele do meu celular e voltei ao meu refúgio, a minha cama e pensei que eu não iria resistir aquele momento de tão grande dor. Na madrugada tive um sonho… Eu ouvi que vidros se quebravam, fui até a sala e deparei com meu marido junto daqueles cacos de vidros, no sonho eu falava e agora Deus??? Se eu viver viverei o resto da minha vida te servindo… Acordei assustada por causa do sonho, mas logo em seguida voltei a dormir.
No dia seguinte quando eu acordei eu estava fortalecida, minhas lágrimas secaram, eu era outra pessoa, só Deus para agir de uma maneira que nem eu mesma compreendi, mas na verdade, Deus estava cuidando de mim. Fiz faxina na casa louvando e agradecendo a Deus, pois me sentia muito forte. Procurei fazer curso para poder manter minha mente ocupada, tinha dias no curso que eu saia da sala para poder chorar. Deus como sempre cuidando da minha vida, colocando pessoas para poder me ajudar em oração durante o curso.
Passaram se dias e eu continuava forte. Dentro de 15 dias depois que meu marido foi embora de casa ele começou a entrar em contato com meu filho e perguntava como eu estava e pediu para eu entrar em contato com ele por causa das contas. Eu fiz o desbloqueio e ele me ligou, conversamos  a respeito das contas e sobre os nossos  filhos, ele falou  que ele estava arrependido por ter ido embora de casa e estava depressivo, estava muito mal, mas, não podia fazer nada porque ele deu um passo muito grande, e no momento não podia voltar atrás. Por causa das multas altas dos aluguéis. Mantive-me forte não deixei transparecer que eu sentia muita falta dele. Passaram-se meses e meses e eu me mantive em pé, segura pelas mãos de Deus, pois Deus é bom em todo tempo.
Quando vinha a recaída, por incrível que pareça, a Cris entrava em contato e logo me orientava a permanecer confiando em Deus. Não posso deixar de citar neste testemunho que tive ajuda de Pastores e Missionárias que me ajudaram e me apoiaram durante esse deserto. Durante este deserto passei por problema de saúde, me levando a ficar meses dependendo de ajuda de outras pessoas, mas a mão de Deus estava sobre a minha vida. Com o  passar dos dias e meses eu me sentia forte e segura, ao ponto de não parabenizar meu marido pelo seu aniversário. Deixando ele muito triste, ele esperou o dia todo o meu contato, como eu não liguei ele entrou em contato com a advogada perguntando sobre o andamento do divórcio, confesso que fiquei bem balançada a respeito. Conversei com a Cris e o Pastor falou para eu não me preocupar porque é coisa do inimigo. Realmente era obra do inimigo, porque depois de alguns dias o meu marido ligou falando que eu estava mudada que ele não estava entendo a forma com que eu estava agindo. Foi aí que percebi que enquanto eu estava dando um gelo nele, ele ficava mexido e com medo de me  perder.
Depois de umas semanas ele fez uma chamada de vídeo e falou que sentia a minha falta, que eu era a mulher da vida, que me amava muito, e que se arrependeu de  tudo que fez. Ele não sabia como se sair dessa situação que ele causou, pois ele tinha alugado um apartamento e a multa para a entrega do apartamento era muito alta. Pediu para eu acreditar no que ele estava falando, pediu para eu confiar nele. Pediu-me perdão, várias e várias vezes. E declarou
que me amava muito. Minha fé aumentou e cri que Deus estava trabalhando na vida do meu marido, ele deixou de passar o domingo com a outra mulher para passar o domingo na companhia dos  irmãos.
Enfim, Deus já estava agindo, pois na terça-feira ele veio para São Paulo para a gente conversar. Pegou-me de surpresa, confesso. Durante a nossa conversa ele perguntou se eu apostava em nosso casamento, pois ele precisava saber dos meus sentimentos, ele perguntou se eu queria ir para Santa Catarina para vivermos lá, eu fiquei sem saber o que dizer. Porque o meu coração estava fechado a respeito desse assunto. Eu fiz uma prova com Deus, falei em oração: Deus o Senhor  me conhece e sabe de tudo que estou passando, mas preciso de uma resposta vinda dos céus, se for da sua vontade a restauração do meu casamento que o Senhor traga o meu marido de volta, sem eu precisar por as minhas mãos. Confiei e aguardei a providência de Deus.
Depois de alguns dias meu marido ligou dizendo que eu era a mulher da vida dele e que queria viver o resto da vida dele ao meu lado. E perguntou qual a minha decisão? Eu respondi  que a decisão está em suas mãos e no controle de Deus, mas eu quero que você fique sabendo que sou sua mulher e sou mãe de seus filhos, não é certo eu largar tudo para trás neste momento, mais creio que Deus está no controle de nossas vidas. Menos de uma semana recebi a bênção… O meu marido na porta da minha casa com todas as coisas e minha cachorrinha (risos)…  Louvado seja o nome do Senhor. Conversamos a respeito do retorno dele e falamos que iríamos esquecer tudo o que aconteceu, que não tocaríamos mais neste assunto, colocaríamos um ponto final em tudo. Graças ao nosso bom Deus e estamos felizes por estarmos juntos novamente.
Esperei com paciência no Senhor e Ele com sua infinita misericórdia se inclinou para mim.
Quero terminar agradecendo a Deus pela benção recebida, ao  Pastor Lino pelo apoio e confiança que depositou em mim, a Cris pelo carinho que teve comigo durante o meu deserto, a Cléia o meu muito obrigada e a toda equipe do Ministério Atalaia… Deixo um recadinho para todas as ovelhas do Ministério… A fé tem o poder de restaurar, transformar e mudar qualquer situação.

Deus abençoe a todos.

Edna Marques

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

%d blogueiros gostam disto: