Testemunho de restauração

Os fiéis louvam a seu Deus
13 de agosto de 2019
Deus falando
14 de agosto de 2019

Clique e Ouça!

 

Rosangela Souza Custodio.
Rondônia Ro

Deus tem compromisso com as famílias, Deus restaurou a minha.

Meu nome é Rosângela, moro no estado de Rondônia, sou casada há 14 anos e como muitas pessoas, não conhecia o Senhor, só de ouvir falar.

Eu conheci meu esposo, foi tudo muito rápido, dentro de um ano namoramos eu engravidei e nos casamos. Casamos no dia 19/04/2004, no civil e no religioso.

Hoje, dia 05/06/2019 às 20:47h, venho iniciar o meu testemunho, pois me veio um sentimento muito forte dizendo: comece a escrever o seu testemunho. Mas eu pensei: Isso é coisa da minha cabeça. Eu não disse nada a ninguém e pensei que aquele sentimento iria passar. Novamente eu pensei: Senhor, se for o Senhor falando comigo confirme na sua palavra para eu não ficar pensando que é a voz da minha mente. Então, eu estava assistindo ao culto do Ministério Atalaia ministrado pelo Presbítero Rafael, então, em dado momento ele disse algo que confirmou a Palavra que Deus havia dito.

Então vou começar… Quero testemunhar este milagre que Deus fez em minha vida e no meu casamento. Como diz o Pastor: O tempo é do Senhor! Entretanto, às vezes é difícil esperar, mas depois que tudo acontece, quando Deus mostra o seu poder, você vê que tudo vale à pena. Deus é Deus de promessa, Deus de família. Todo sofrimento é aprendizado, é Deus trabalhando.

Sempre tive um casamento bom, mas sempre brigamos muito, pois eu era muito ciumenta, briguenta, rixosa, insuportável. Nossa! Eu era a esposa mais tola possível. Ele aguentou cada coisa minha! Nós vivíamos muito bem, e ele fazia todas as minhas vontades. Saíamos não muito, mas saíamos. Gostávamos de dançar e beber.

Meu esposo sempre foi maravilhoso comigo, me tratava muito bem, fazia todas as minhas vontades e sempre foi muito atencioso. Porém, não tinha o principal em nossas vidas: O Senhor Jesus. Eu não orava e não frequentava nenhuma igreja. Eu era o tipo de mulher que olhava o celular, o Facebook, a cueca e tudo mais. Ele nunca me deu motivos para desconfiar dele, mas eu sempre ficava pensando que em qualquer oportunidade ele me trairia.

Ele parou de beber uns dois anos antes de nos separarmos e como uma tola não parei. Eu falava assim: Eu não vou parar de beber, isso não tem nada haver, mas era enganação do inimigo. Eu bebia e ainda ficava mais insuportável.

Meu marido sempre trabalhou em supermercado, desde quando nos casamos, mas quando saiu do último emprego foi convidado por um sobrinho para trabalhar no mercado dele e assim ele foi. Nos primeiros anos ocorreu tudo bem, mas em 2017 entrou uma nova funcionária lá e depois de algum tempo eu percebi a mudança dele. Eu perguntava sempre: O que você tem com aquela mulher? Ele sempre respondia que não tinha nada com ela, porém ele mudou o comportamento comigo, passou a me tratar mal. Eu disse a ele para sair daquele emprego, mas ele dizia que só sairia após seis meses. Com isso, as nossas brigas só aumentavam. Essa situação aconteceu em janeiro e ele trabalharia até junho de 2018. Eu tive que suportar até junho.

O dia que ele saiu do emprego, ele chorou. Ao perguntar o que havia acontecido ele me disse: Acabou tudo, até o amor. Ao ouvir essas palavras doeu muito. Eu perguntei: Acabou o amor por mim? Ele então ficou mudo. Nesse tempo, ele enfim, saiu do mercado. Por um lado, eu fiquei feliz, mas sentia que algo estava errado. Foi aí que eu dei um jeito de consultar a conta de telefone dele e para a minha surpresa havia várias ligações dele para a tal mulher. O meu mundo caiu.

Eu fui até a casa da minha mãe chorando e mostrei a ela as ligações e disse que sabia que havia alguma coisa. Por eu ser uma mulher muito ciumenta ninguém acreditava em mim. Minha mãe me aconselhou a esperar ele chegar… Eu disse que já havia ligado para ele e que havia arrumado todas as coisas dele. Ele veio e eu disse: Por que você estava ligando para aquela mulher? Ele respondeu: Não posso ligar para uma ex-amiga do serviço? Ele não teve coragem de me dizer nada. Eu disse: Agora você é livre!

Então ele foi embora. Eu chorei muito. Ele tirou a aliança e deixou aqui em casa. Parecia que ele queria aquilo. Então começou o meu deserto no dia 24/07/2018. Por alguns meses eu me senti livre, pois eu não estava vivendo, estava numa pressão, pois aquilo tudo me consumia.

Após alguns meses eu comecei a pesquisar tudo sobre casamento. Não me lembro em que data, mas certo dia eu caí no canal do Ministério Atalaia do Evangelho de Deus, do pastor Henrique Lino. Liguei no mesmo momento, após algumas horas o pastor me retornou, me orientou a assistir aos vídeos e conversou muito comigo sobre casamento… Conversamos bastante. Ele pediu para eu pensar, pois a luta seria muito grande. Na hora eu disse que queria, porém ele disse: Pense primeiro e depois me retorne.

Pois bem, assisti aos vídeos e liguei para o pastor dizendo que aceitava lutar pela restauração. Ele disse: A partir de hoje você vai orar e entregar o teu casamento ao Senhor e depois passará a orar somente por você e por outras pessoas. Então foi aí que tudo começou, passei por muitas lutas e o pastor Henrique sempre me ligando. Eu me sentia forte em alguns momentos, em outros eu já queria desistir. O pastor me disse: Esqueça ele, não ligue e não olhe as redes sociais… Deixe-o. Eu deixei, mas confesso que foi muito difícil.
Eu chorei por muitas noites, orava de madrugada. Por muitas vezes eu dizia ao pastor que parecia que eu estava fazendo pouco, pois o meu deserto foi muito silencioso. Meu esposo não me procurava e nem eu a ele. Temos uma filha de 14 anos, então ele não precisava conversar comigo, eles se falavam. Minha filha é daquelas que não contava nada dele para mim. Muitas vezes eu chegava a perguntar quando me sentia fraca.
O pastor me ligava e eu dizia que iria desistir. O pastor sempre dizia: Minha filha, eu disse que a luta, a batalha é grande, pois a sua luta não é contra o seu esposo. Se você desistir você estará dizendo que Deus não pode fazer a obra na sua vida. Então eu dizia que iria continuar. Isso aconteceu várias vezes. Foram muitas noites chorando e clamando a Deus.
Isso foi por um ano, pois meu esposo saiu de casa em 24/07/2018 e retornou dia 26/07/2019. Esse retorno aconteceu de maneira difícil também. Em março deste ano, ele veio aqui em casa e nós passamos a noite juntos. Eu contei ao pastor e ele brigou comigo e disse que me daria mais uma chance, porém se eu fizesse isso de novo ele me deixaria.

Então eu fiquei muito triste e pedi perdão a Deus, pois acabei atrapalhando o processo da minha restauração e ainda tive outro sofrimento: meu esposo me abandonado de novo. Chorei muito e orava a Deus dizendo: Senhor, o que estiver nos oprimindo, que o Senhor possa livrar e mostrar o caminho verdadeiro que é o caminho do Senhor. Nossa! Eu orava dia e noite. Orava indo ao trabalho e também no trabalho. Eu orava o tempo todo. Tinha dias que eu não acreditava que meu marido voltaria, pois ele sumia. Eu chorava com o pastor, pois muitas vezes eu ficava ansiosa demais, isso me consumia e o pastor fazia oração por mim.

Eu assistia e assisto os cultos do Ministério Atalaia aos domingos. Devolvo meu dízimo. Eu procurei obedecer ao máximo os mandamentos do Senhor, não apenas pela restauração, mas porque eu preciso obedecer para que as demais coisas sejam acrescentadas.
Eu assistia os cultos às quartas-feiras e não perdia as lives de quinta-feira. Os cultos do sítio eu gosto muito, leio a Bíblia sempre, pois o Senhor fala conosco através dela, sempre ouvia louvores que me acalmava.

Dia da restauração 26/07/2019, foi mais ou menos às 19h, meu esposo apareceu aqui na nossa casa com uma bolsa nas costas. Nós conversamos, perguntei aonde ele ia, se era para outra cidade… Eu ainda brinquei: Está passeando, hein! Jantamos, então ele me disse: Você ainda quer que eu volte para casa? Eu não acreditei quando ele fez essa pergunta, pois ele estava há dias me enrolando, dizia que estava pensando. Eu disse: Quero, mas quem tem que querer é você. Ele respondeu: Eu vim para ficar. Eu não sabia nem o que falar, eu fiquei sem palavras. Ali eu vi o agir do meu Deus. Agradeci a Deus em pensamento, nos abraçamos e fomos dormir. Eu acordava a noite e olhava para ver se não era sonho e olhava ele ali dormindo no lugar dele e eu agradecia a Deus.

O pastor me ligava toda semana, nunca me esqueço das palavras que sempre me dizia: Mantenha-se forte, nós vamos vencer. E nós vencemos!

Ainda estamos em fase de volta, é difícil esse começo, pois passa muita coisa na minha mente, mas estou vigiando e orando ao meu Deus para me dar sabedoria, pois é por Ele e para Ele todas as coisas. Eu agradeço a Deus todos os dias. Peço perdão pelos meus pecados, agradeço ao pastor Henrique, verdadeiro homem de Deus que fala a verdade de acordo com a Palavra de Deus, doa a quem doer.

O Senhor restaurou a minha família. Hoje meu esposo voltou, está amoroso e atencioso, mas isso tudo é obra do meu Senhor. Não me canso de agradecer a Deus. Obediência e paciência no Senhor e Ele tudo fará.

Hoje, tenho que glorificar o Nome Dele, tenho certeza que testemunharei mais coisas, pois o Senhor tem promessas em nossas vidas. Amém.

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

%d blogueiros gostam disto: