Discriminação

Sois Geração Eleita
5 de setembro de 2019
Cântico de vitória: Deus é por nós
6 de setembro de 2019

“Meus irmãos, não tenhais a fé de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor da Glória, em acepção de pessoas.” (Tiago 2:1)

Se falamos que temos fé em Jesus Cristo, que somos os seus seguidores, então devemos andar, viver como Ele viveu e não mais segundo o nosso entendimento ou a lógica mundana. Por isto, se temos fé realmente Nele, não fazemos acepção de pessoas e não discriminamos ninguém por cor, raça ou religião, os únicos com os quais não devemos nos envolver são os falsos cristãos, os que dizem ser praticantes do Evangelho, mas vivem no pecado. É exatamente o que a Bíblia nos mostra: devemos nos afastar dos que se dizem irmãos na fé, mas teimam em continuar na prática de pecados. Devemos nos afastar deles, uma vez que uma maçã podre estraga todo o resto, ou um pouco de fermento leveda toda a massa. São as únicas pessoas das quais o Senhor permite e nos manda afastar, dos falsos irmãos, de todo o resto devemos nos aproximar e tratar todos por igual. Os que são de outras religiões devemos tratar com gentileza, sempre pregando, ensinando o Evangelho de Jesus Cristo, fazendo isso com palavras e, principalmente, com a nossa maneira de agir, de nos portar. Quando vejo as pessoas discriminarem os espíritas, vejo que não conhecem Cristo, porque nós não devemos em nenhum momento participar das suas reuniões nem dos seus rituais, mas devemos conversar com eles e sempre, em toda a oportunidade, falarmos do amor de Deus para com elas. “Porque, se no vosso ajuntamento entrar algum homem com anel de ouro no dedo, com trajes preciosos, e entrar também algum pobre com sórdido traje, E atentardes para o que traz o traje precioso, e lhe disserdes: Assenta-te tu aqui num lugar de honra, e disserdes ao pobre: Tu, fica aí em pé, ou assenta-te abaixo do meu estrado, Porventura não fizestes distinção entre vós mesmos, e não vos fizestes juízes de maus pensamentos?”(Tiago 2:2-4). Também não podemos em hipótese alguma discriminar os menos favorecidos, os mais pobres, porque, em primeiro lugar, temos que entender que todos nós somos pobres diante do Senhor, uma vez que Ele não está preocupado com coisas ou bens materiais. Se dermos preferência a quem tem dinheiro ou está em uma posição superior e desprezarmos os mais pobres, desprezaremos a nós mesmos, uma vez que daremos conta de todos os nossos atos diante do Senhor. Não podemos fazer separações de pessoas baseadas em coisas materiais e perecíveis, devemos a todos tratar por igual, uma vez que o Senhor nos trata por igual.
“Ouvi, meus amados irmãos: Porventura não escolheu Deus aos pobres deste mundo para serem ricos na fé, e herdeiros do Reino que prometeu aos que o amam?” (Tiago 2:5). Devemos simplesmente atentar para as Escrituras e veremos que o Senhor não escolheu os ricos do mundo, mas os pobres, basta analisar os discípulos de Jesus, cuja maioria eram pescadores, homens iletrados. Inclusive o próprio Senhor Jesus, sendo dono de tudo, pois tudo foi criado por Ele, veio ao mundo e se manifestou em carne na pobreza, pois o seu nascimento se deu em uma manjedoura, um lugar para tratar de animais, e durante todo o seu ministério só sabemos dele junto com os mais pobres. Se fosse ao contrário, Ele poderia ter vindo em um palácio, nascido em uma mansão, mas assim foi, e Ele até os seus trinta anos viveu como outro qualquer, trabalhando na carpintaria para que pudesse adquirir as coisas. Jesus em todas as suas pregações, em todos os seus ensinos, sempre mostrou que devemos tratar dos pobres, dos desvalidos, ajudá-los, socorrê-los, e mais: tratá-los por igual, mesmo porque também somos pobres e não podemos tentar ser superiores, porque, se assim for, significa que não nos convertemos ainda. “Mas vós desonrastes o pobre. Porventura não vos oprimem os ricos, e não vos arrastam aos tribunais? Porventura não blasfemam eles o bom Nome que sobre vós foi invocado?” (Tiago 2:6-7). Se observarmos, veremos que quem mais maltrata os pobres, as pessoas menos favorecidas são exatamente os ricos, pois são eles que têm condições de influenciar na criação de leis; são eles que dominam os cargos públicos, e principalmente são os que criam e aplicam leis injustas que os favorecem e prejudicam ainda mais os pobres. Nós, os pobres deste mundo, temos que saber que somos ricos para com Deus, pois fomos chamados por Ele para desfrutarmos de vida em abundância Nele. Assim, as dificuldades que passamos aqui nós as superamos olhando para o Alvo, para o Autor e consumador da nossa fé. Por tal motivo, e reconhecendo que aqui somos pobres, e até mesmo passamos por necessidades, e que não podemos de maneira nenhuma tratar mal os iguais a nós, devemos ser sábios e nos voltarmos para Cristo, para a sua Palavra, e colocar o segundo maior mandamento em prática, que é amar o próximo como a nós mesmos. Jamais em tempo algum podemos discriminar os menos favorecidos, porque faremos isso a nós mesmos e assim estaremos rejeitando o Senhor Jesus Cristo. “Todavia, se cumprirdes, conforme a Escritura, a lei real: Amarás a teu próximo como a ti mesmo, bem fazeis. Mas, se fazeis acepção de pessoas, cometeis pecado, e sois redarguidos pela lei como transgressores.” (Tiago 2:8-9).
Leiam pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

%d blogueiros gostam disto: