Advogado

Ansiosos
9 de setembro de 2019
O SENHOR, a fonte da água viva.
10 de setembro de 2019

“Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.” (1 João 2:1)

O apóstolo João, que é o discípulo amado, e também o discípulo que mais falou e pregou sobre o amor, tinha uma maneira carinhosa de se dirigir à Igreja, aos irmãos, pois sempre os chamava de filhinhos, isto é, claro, um hábito adquirido depois de já estar com uma certa idade. Aqui ele inicia uma das suas cartas, que na verdade foi a primeira delas, e também a maior, uma vez que a segunda e terceira são menores. O apóstolo João também escreveu o Evangelho com o seu nome, além do livro de Apocalipse (revelação). Foi um homem tremendamente usado por Deus para nos trazer a verdade do Evangelho de Jesus Cristo. Nessa carta, ele nos alerta para que evitemos o pecado, o erro, a desobediência e a rebelião à Palavra de Deus, mas, se ocorrer o pecado, devemos imediatamente nos arrepender e pedir perdão, pois temos um advogado que intercede por nós, que nos defende. Jesus hoje é o nosso advogado, mas não por muito tempo, porque logo Ele voltará, mas não como advogado e sim como Juiz. Ele virá para nos julgar, e nesse momento não haverá mais tempo para o arrependimento, para clamar misericórdias, pelo perdão, porque Ele é quem irá nos julgar. Portanto, devemos aproveitar a oportunidade agora e abandonar os nossos pecados e erros, nos arrepender e pedir perdão a Deus, sendo sabedores de que, se existir sinceridade da nossa parte, com certeza Cristo intercederá por nós e seremos perdoados. Ele continua afirmando: “vá e não peques mais”. “E Ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo.” (1 João 2:2). Também devemos atentar para o fato de que Cristo é quem perdoa a todos nós, inclusive as pessoas que julgamos más, as pessoas que julgamos ser nossos inimigos, pessoas das quais não gostamos por qualquer motivo. Por isto é que devemos amar a todos como a nós mesmos, uma vez que para o Senhor todos são seus filhos, e mesmo que estejam em erro, se se arrependerem e clamarem pela misericórdia do Senhor, serão perdoados, assim como nós. Portanto, antes de julgarmos as pessoas, devemos nos examinar, porque pode ser que estejamos pecando, afinal, temos a obrigação de julgar, de condenar o pecado e não as pessoas, pois somos todos iguais diante do Senhor, não somos melhores do que ninguém, assim amamos o próximo como a nós mesmos, sabendo que estamos sujeitos à mesma sentença.
“E nisto sabemos que o conhecemos: se guardarmos os seus mandamentos. Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade.” (1 João 2:3-4). Nós sabemos que conhecemos Cristo se vivermos de acordo com o seu Evangelho, se lhe obedecemos; conhecemos Cristo quando nos submetemos a Ele, porque, se realmente o conhecemos, sabemos que não temos outra opção senão lhe obedecermos. Se lhe desobedecermos, com certeza não teremos vida e passaremos por desonra e morte eterna. Quando conhecemos Jesus, sabemos que Ele é o Deus Todo Poderoso, portanto, temos a certeza de que a sua Palavra é a Verdade e que devemos obedecer-lhe. Algumas pessoas afirmam que conhecem o Senhor, mas vivem em desobediência a sua Palavra, são mentirosas e acrescentam mais pecado sobre os que já têm, porque, se conhecessem verdadeiramente Cristo, viveriam em obediência. Quando abrirmos a nossas bocas para afirmar que conhecemos Cristo, devemos nos examinar primeiramente para ver se realmente o que vamos falar é a verdade, ao contrário, poderemos estar buscando mais condenação sobre nós. Devemos nos afastar de todo e qualquer pecado, temos que ter medo de pecar, pois somente o pecado é que nos afasta do Senhor; e as pessoas confundem achando que é o diabo, mas não é, o diabo só pode agir na vida das pessoas quando elas estão em pecado, quando dão legalidade para ele. “Mas qualquer que guarda a sua Palavra, o amor de Deus está nele verdadeiramente aperfeiçoado; nisto conhecemos que estamos Nele. Aquele que diz que está Nele, também deve andar como Ele andou.” (1 João 2:5-6). Todos os que procuram viver segundo a Palavra de Deus, que procuram lhe obedecer, praticar o Evangelho de Jesus Cristo, vivem debaixo do amor de Deus. Assim fica claro que quem vive em desobediência à Palavra de Deus não desfruta do seu amor, e se não abandonar os erros, os pecados, vai enfrentar a desonra e morte eterna. Temos que ser seguidores de Cristo, devemos pegar as nossas cruzes e segui-lo, assim como Ele determinou, porque, se o amamos, somos seus discípulos e temos a obrigação de procurar andar, viver como Ele viveu, afinal, Ele é o nosso exemplo de vida, Ele é o nosso Mestre. Temos que deixar de ser religiosos para sermos discípulos de Jesus, temos que viver o Evangelho e não uma religião, temos que parar de correr atrás de bênçãos e tudo fazer para seguirmos Cristo. “Irmãos, não vos escrevo mandamento novo, mas o mandamento antigo, que desde o princípio tivestes. Este mandamento antigo é a Palavra que desde o princípio ouvistes. Outra vez vos escrevo um mandamento novo, que é verdadeiro nele e em vós; porque vão passando as trevas, e já a verdadeira luz ilumina.” (1 João 2:7-8).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

%d blogueiros gostam disto: