Crucificado

Bênçãos Espirituais
18 de novembro de 2019
Vossas solicitações
19 de novembro de 2019

“E eu, irmãos, quando fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, não fui com sublimidade de palavras ou de sabedoria. Porque nada me propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado. E eu estive convosco em fraqueza, e em temor, e em grande tremor.” (1 Coríntios 2:1-3)

O apóstolo Paulo, falando aos coríntios, ou à igreja em Coríntios, traz à memória que, quando ele esteve com eles, não foi como um grande apóstolo, um grande pregador, mas como uma pessoa comum, fraca e suscetível de erro e pecado como qualquer outra. E ele não esteve ali dizendo ser um superapóstolo, ao contrário, e não fundamentou as suas pregações e ensino em conhecimento humano, ele falou exclusivamente do Evangelho, falou de Jesus de maneira simples e direta, com uma linguagem compreensiva para todos. Quando nós analisamos esse pregador do Reino e os atuais pregadores, vemos o quanto esses estão longe da verdade, porque se preocupam em falar mais das coisas do mundo do Reino, falam mais em conquistas materiais do que de Jesus. São especialistas em enganar e em se apresentar como se fossem alguma coisa, geralmente fazendo propagandas de si mesmos. Sabemos que a nossa função é falar de Cristo, é falar do Reino de Deus, é apresentar o Evangelho de Jesus Cristo, e não nos apresentar. “E a minha palavra, e a minha pregação, não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito e de poder; Para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria dos homens, mas no Poder de Deus.” (1 Coríntios 2:4-5). Paulo não ficava insistindo para as pessoas aceitarem Jesus, mesmo porque nós é que somos aceitos por Ele. Também não ficava ali tentando convencer as pessoas a irem para a sua igreja prometendo vitórias e mais vitórias. Ao contrário, ele exigia o que o Evangelho determinava: que houvesse o abandono de pecados, que acontecesse o arrependimento, que se buscasse a salvação em Cristo Jesus. Portanto, não ficava usando palavras eloquentes para agradar e convencer as pessoas. Ele mostrava que não era nada, que Cristo era tudo nele e na vida de todos. Portanto, quando as pessoas se convertiam ao Evangelho, a Jesus Cristo, isso não acontecia por causa de Paulo, e sim por causa de Cristo, pois era ele que Paulo apresentava.
“Todavia falamos sabedoria entre os perfeitos; não, porém, a sabedoria deste mundo, nem dos príncipes deste mundo, que se aniquilam; Mas falamos a sabedoria de Deus, oculta em mistério, a qual Deus ordenou antes dos séculos para nossa glória; A qual nenhum dos príncipes deste mundo conheceu; porque, se a conhecessem, nunca crucificariam ao Senhor da glória.”(1 Coríntios 2:6-8). Paulo falava das coisas do Reino, falava de vida, falava do futuro, e não das coisas do presente, ao contrário dos pregadores atuais que se especializam em falar das coisas presentes e tentam fazer parecer que quem se converte desfruta de um paraíso aqui, onde terá tudo e desfrutará de vitórias em todas as áreas aqui, o que é uma mentira, uma vez que o Senhor não tem compromisso com isso, a sua Promessa é vida eterna e não outra coisa. Jesus em nenhum momento prometeu nos dar casas, carros, dinheiro ou fortunas aqui. Ele prometeu vida eterna e abundante a todos os que o seguissem. Mas aqui Ele deixou bem claro que teríamos aflições, que teríamos lutas, prova tal que Ele disse que quem quisesse segui-lo deveria pegar a sua cruz, que é símbolo de lutas e de sofrimentos. Esses que falam das coisas do mundo, os que se especializaram em fundamentar as suas pregações e ensino oferecendo prosperidade e vitórias inúmeras aqui são os que nunca conheceram Cristo, são como os sacerdotes que diziam amar Deus e serem praticantes da sua Palavra, mas foram os que prenderam e crucificaram Jesus. Assim são esses. Portanto, devemos sempre abrir os nossos olhos e nos voltarmos para o Evangelho, sem nos deixar impressionar pela verborragia desses, dos seus argumentos humanos. Devemos compreender e aceitar a simplicidade do Evangelho, colocá-lo em prática e fugir dessas armadilhas do diabo. Temos de entender que temos recompensa sim, mas essa recompensa, esse tesouro não está aqui, e sim no Senhor, e a receberemos se aqui nós formos realmente seus seguidores.“ Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam.”(1 Coríntios 2:9). O que Deus tem preparado para os que o amam é algo tão tremendo que não conseguimos sequer imaginar como é. Por isto, devemos voltar à simplicidade do Evangelho, e sem nenhum medo segui-lo e rejeitar toda mentira, toda apostasia, todo ensino enganoso, porque, se não formos verdadeiros seguidores, não receberemos a nossa recompensa. Vamos caminhar como o Senhor mandou, e não ficarmos buscando um Deus que somente nos abençoará aqui, pois esse não é o nosso Deus e nem é a Promessa. “Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus. Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus.” (1 Coríntios 2:10-11).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

%d blogueiros gostam disto: