Santos

Exortação à firmeza
28 de novembro de 2019
Acerca de provas e tentações
29 de novembro de 2019

“Por isso, irmãos santos, participantes da vocação celestial, considerai a Jesus Cristo, apóstolo e sumo sacerdote da nossa confissão, sendo fiel ao que o constituiu, como também o foi Moisés em toda a sua casa.” (Hebreus 3:1-2)

Se somos realmente participantes do Ministério de Jesus Cristo, se somos os seus seguidores, se estamos obedecendo ao chamado Celestial, então devemos considerar, saber que Jesus Cristo é o nosso Mestre, é o Senhor e nosso Pastor. Mas isso não só da boca para fora, e sim de coração. Devemos saber que temos um Senhor, um Pastor que tudo sabe a nosso respeito, que conhece o nosso interior, nossos pensamentos. Sabemos que Jesus foi vencedor, porque Ele foi obediente ao Pai, obediência que o conduziu à morte, por isto, se somos seus seguidores, devemos estar prontos, preparados para morrer em seu Nome, devemos estar preparados para sofrer todos os tipos de afrontas por causa do Evangelho. Jesus nos deixou exemplos, e se os seguirmos, então praticamos o que Ele nos ensinou e não nos prendemos às coisas materiais ou a pensamentos diferentes do que Ele nos passou ou daquilo que nos orientou, não vivemos segundo o entendimento e a lógica humana. Por tal motivo, devemos pensar bem antes de nos referir ao Senhor como nosso Mestre, porque muitas vezes podemos estar pecando, porque estaremos mentindo, uma vez que não praticamos o que Ele determina. Se sabemos que Ele é o nosso Sacerdote, nosso Pastor, lhe obedecemos, mas se somente falamos e não lhe obedecemos, então estamos mentindo, e o pai da mentira é o diabo. Por isto, quando mentimos, somos servos do diabo, e não de Cristo. Moisés foi fiel ao seu chamado. Quando Deus o convocou para uma missão, ele a executou, mas Jesus não era um servo como Moisés, Jesus é o Filho, e Ele foi muito mais obediente do que Moisés, pois não errou, desobedeceu ou pecou em nenhum momento. “Porque Ele é tido por digno de tanto maior Glória do que Moisés, quanto maior honra do que a casa tem aquele que a edificou.” (Hebreus 3:3). Jesus é quem edificou, Jesus é o Senhor, o construtor, Moisés foi um enviado Dele, assim como os profetas e outros, mas tudo foi preparado para o Filho, para Jesus Cristo. Temos que compreender que tudo o que acontece está de acordo com os planos de Deus, até as desobediências dos pecadores, e o seu eterno castigo já está previsto e relatado na Palavra do Senhor. Temos que entender que não existe nada que saia do controle do Senhor, mesmo porque Ele é o Senhor do Universo.
“Porque toda a casa é edificada por alguém, mas o que edificou todas as coisas é Deus. E, na verdade, Moisés foi fiel em toda a sua casa, como servo, para testemunho das coisas que se haviam de anunciar; Mas Cristo, como Filho, sobre a sua própria casa; a qual casa somos nós, se tão somente conservarmos firme a confiança e a glória da esperança até ao fim.”(Hebreus 3:4-6). Tudo o que acontece é por vontade, permissão de Deus, porque Ele é o Comandante Supremo. Desta maneira, sabemos que Moisés foi enviado, chamado por Ele para executar a missão de libertar o seu povo do Egito e os conduzir à terra prometida, além de apresentar, entregar a lei, uma vez que aquele povo não conhecia nenhuma lei e era necessário estabelecer o que era errado e o que era certo fazer, além de impor os devidos castigos para as desobediências. Só não era possível apresentar a solução, porque existiam somente o pecado e a punição, e não o perdão, a absolvição. Moisés foi fiel ao seu chamado, mas devemos observar que ele estava simplesmente executando uma missão para a vinda do Senhor, que traria a solução, o perdão, a absolvição, e somente Ele poderia fazer isto, porque Ele é o Filho, Ele tem o Poder que emana diretamente do Pai. Nós somos o seu povo, a sua igreja, a sua casa, se vivermos segundo a sua Palavra. Então, receberemos o que já foi designado por Ele, mas se não formos persistentes, se não perseverarmos, com certeza também a sua Palavra se cumprirá e padeceremos por toda a eternidade. Portanto, se realmente somos os seus seguidores, então pratiquemos a sua Palavra, e não a de Moisés, porque Moisés simplesmente foi alguém usado para conduzir o povo a Cristo, e nós, se o permitirmos, também seremos, mas o nosso Senhor é Jesus Cristo, e a Ele obedecemos e não a Moisés. “Portanto, como diz o Espírito Santo: Se ouvirdes hoje a sua voz, Não endureçais os vossos corações, como na provocação, no dia da tentação no deserto. Onde vossos pais me tentaram, me provaram, E viram por quarenta anos as minhas obras.”(Hebreus 3:7-9). Por isto, quando ouvirmos o Senhor – e nós só o ouviremos pela sua Palavra -, então deveremos simplesmente acatar, praticar e executar a missão que nos está proposta, porque temos exemplo de todo aquele povo que o Senhor usou através de Moisés para os libertar do Egito, e todos eles, exceto Josué e Calebe, foram mortos no deserto e não receberam o cumprimento da promessa em suas vidas. Portanto, sejamos inteligentes e sigamos o Mestre para que também não sejamos destruídos, assim como aquele povo o foi. “Por isso me indignei contra esta geração, E disse: Estes sempre erram em seu coração, E não conheceram os meus caminhos. Assim jurei na minha ira Que não entrarão no meu repouso. Vede, irmãos, que nunca haja em qualquer de vós um coração mau e infiel, para se apartar do Deus vivo.”(Hebreus 3:10-12).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

%d blogueiros gostam disto: