Meus filhinhos

Palavra da Verdade
14 de janeiro de 2020
Observando a tua Palavra!
15 de janeiro de 2020

“Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.” (1 João 2:1)

João, ou o apóstolo João, é o escritor dessa carta, porque o Autor é o Senhor, o Espírito Santo que o guiou para escrever, assim como a todos os escritores da Bíblia. Devemos entender que a Bíblia foi escrita por homens, seres humanos, mas todos eles foram guiados pelo Espírito Santo, assim, é o mesmo que o próprio Deus escrever. O apóstolo João é chamado de discípulo amado, pois ele é aquele que na foto, ou pintura da Santa Ceia, aparece ao lado de Jesus, encostado Nele, porque Jesus tinha um certo carinho por ele. Muito bem. João tinha uma maneira peculiar de tratar os irmãos, a igreja, pois se dirigia a eles chamando-os de meus filhinhos, como vemos aqui nessa missiva. O apóstolo João inicia pedindo aos irmãos, à igreja, que não pecassem, mas, se por acaso viessem a cometer algum pecado, deveriam saber que havia um advogado junto a Deus Pai, que é Jesus Cristo. Isto quer dizer que devemos evitar de todas as maneiras os pecados, mas se em algum momento pecarmos, sabermos que poderemos ir a Deus em oração, em Nome de Jesus, e pedir-lhe perdão, e se realmente estivermos arrependidos, seremos perdoados imediatamente. O que não podemos fazer é viver em pecado imaginando que sempre Deus vai interceder e seremos perdoados, porque não é assim, temos que entender que o Senhor intercede por nós por conhecer a nossa natureza e as nossas fraquezas. “E Ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo.” (1 João 2:2). Jesus intercede não só por nós como por todos, inclusive por aquelas pessoas que achamos, julgamos que são nossas inimigas, nossos adversários. O Senhor não faz acepção de pessoas, afinal, Ele veio para todos, e exatamente para os pecadores, e por isto devemos entender que Ele não é exclusivamente nosso defensor, mas de todos. Pecar todos nós pecamos, mesmo porque a nossa origem é o pecado, mas temos que vigiar, procurar nos santificar, viver segundo os preceitos do Senhor, temos que nos moldar ao Evangelho Dele, e a todo o tempo evitar o pecado. Jamais poderemos pecar de maneira voluntária, tendo conhecimento do erro e mesmo assim teimando nele, pois aí não teremos o perdão. Nesse caso o Senhor Jesus não intercederá por nós, uma vez que estamos, com essa atitude, invalidando o sacrifício da cruz.
“E nisto sabemos que o conhecemos: se guardarmos os seus mandamentos.” (1 João 2-3). Fico observando as pessoas de uma forma geral, e a maioria gosta de afirmar que são filhas de Deus, mas sabemos que estão mentindo, porque elas nem mesmo o conhecem, porque quem conhece o Senhor evita, corre, foge do pecado. Mas todos os que vivem na prática do pecado com certeza não sabem quem é Deus e não conhecem Jesus Cristo. São muitas as pessoas que são somente religiosas, pois frequentam templos, gostam de cantar música que fala do Senhor, louvores, até leem a Bíblia, mas não a põem em prática. As pessoas pensam que orar, rezar, ou fazer preces, é o suficiente, e que o Senhor entende e conhece o amor delas por Ele. Só que elas pensam assim exatamente por não conhecê-lo, porque, se o conhecessem, saberiam que a demonstração de amor que Ele aceita é a obediência, e não somente palavras. As pessoas que o amam são conhecidas, são as que o temem, as que procuram viver em obediência a sua Palavra, que tudo fazem para praticar o seu Evangelho, as que não se permitem errar, pois sabem as consequências do pecado. Por isto, se queremos demonstrar o nosso amor para com o Senhor, então devemos procurar obedecer-lhe em tudo, viver todos os momentos possíveis meditando em sua Palavra para conhecermos a sua vontade, e então a colocarmos em prática. “Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade.” (1 João 2:4). Por isto, as pessoas que afirmam que conhecem o Senhor, que se dizem filhas Dele, mas que vivem na prática do Pecado, estão amontoando pecado sobre pecado, porque estão mentindo, e, portanto, pecando também. Temos que vigiar para não incorrermos em erro, e a melhor forma é meditando na Palavra de Deus, pois somente assim saberemos a sua vontade, somente assim teremos conhecimento do que devemos ou não fazer. Temos de saber que é nossa obrigação, dever, evitar, fugir dos pecados, mas, se pecarmos de uma maneira inadvertida, então poderemos clamar ao Senhor que nos perdoará, pois Jesus intercederá por nós, mas se sabemos que é pecado e mesmo assim teimarmos em cometê-lo esperando que o Senhor nos perdoe, que Jesus interceda por nós, estamos enganados, e, quando menos esperarmos, o Senhor mesmo nos enviará para o lugar de sofrimento, tormento e desonra eterna. Temos que considerar o amor de Deus e também o seu juízo, sabermos que a Palavra Dele se cumpre tanto para o bem como para o nosso mal, a Palavra Dele não falha, por isto devemos conhecer bem as consequências do pecado para podermos evitá-lo. “Mas qualquer que guarda a sua Palavra, o amor de Deus está Nele verdadeiramente aperfeiçoado; nisto conhecemos que estamos Nele. Aquele que diz que está Nele, também deve andar como Ele andou.” (1 João 2:5-6).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

%d blogueiros gostam disto: