Presos no Senhor

Observando a tua Palavra!
15 de janeiro de 2020
Enfrentando as tentações
17 de janeiro de 2020

“Rogo-vos, pois, eu, o preso do Senhor, que andeis como é digno da vocação com que fostes chamados, com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor, procurando guardar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz.” (Efésios 4:1-3)

O apóstolo Paulo, esse abnegado servo do Senhor, julgava-se um prisioneiro no Senhor, e assim pensava não por viver sempre sendo preso por pregar o Evangelho, julgava-se prisioneiro porque sabia que tinha que obedecer ao Senhor em tudo, sabia das suas limitações, assim como um preso está limitado às determinações da instituição à qual ele está preso. Assim também nós deveríamos pensar da mesma maneira, porque, se assim pensarmos, saberemos que não podemos agir de acordo com as nossas vontades e querer, e sim de acordo com a vontade do Senhor. Devemos saber que é nosso dever, obrigação, viver exclusivamente do jeito que o Senhor fala, não podemos desobedecer-lhe, porque, se assim procedermos, seremos enviados para a solitária eterna, e, creia, o castigo é milhões de vezes pior do que o dos presos comuns, e sofreremos por toda a eternidade, sem nenhuma possibilidade de sair. Temos que nos espelhar em Paulo, pois ele mesmo nos chama para sermos imitadores dele, porque ele procurava imitar Cristo, portanto, se somos sábios, façamos o mesmo que ele e procuremos também imitar Cristo, pois somente assim poderemos alcançar a coroa que nos está proposta. Temos que compreender que não existe outra alternativa a não ser obedecer ao Senhor, porque, se lhe desobedecermos, com certeza seremos castigados, sofreremos a desonra morte eterna. “Há um só corpo e um só Espírito, como também fostes chamados em uma só esperança da vossa vocação; Um só Senhor, uma só fé, um só batismo; Um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, e por todos e em todos vós.”(Efésios 4:4-6). Sabemos que só existe um Deus, e que tudo mais é engano, portanto, temos que ter uma só fé, no Senhor e Criador deste imenso universo. Sabemos que temos uma só uma Esperança, e essa Esperança é Jesus Cristo, o Filho de Deus, que veio ao mundo e sofreu em nosso lugar, para que pudéssemos alcançar vida Nele. Assim também um só corpo, o corpo de Cristo que somos nós, quando nos permitimos a isto.
“Mas a Graça foi dada a cada um de nós segundo a medida do dom de Cristo. Por isso diz: Subindo ao alto, levou cativo o cativeiro, e deu dons aos homens.” (Efésios 4:7-8). Todos nós recebemos a Graça de Deus, uns mais, outros menos, mas é de acordo com a nossa fé, nosso querer, nossa obediência a Ele, porque, se não o buscarmos, se não quisermos ter compromisso com Ele, também nada receberemos Dele, a não ser castigo e sofrimento eterno. Devemos compreender que Jesus veio para todos, a salvação veio para todos, mas só a alcança quem realmente o aceita e o busca, quem quer compromisso com Ele, caso contrário, padecerá por toda a eternidade. O nosso cativeiro, a nossa prisão Jesus a levou embora, nos libertou, nos deu condições de sermos salvos através Dele, de termos vida Nele, mas não nos obriga, a escolha é nossa. Se teimarmos em viver na prática do pecado, com certeza estaremos fadados ao sofrimento e dor eternamente, apesar de o Senhor ter vindo para nos libertar. Mas como temos livre arbítrio, temos escolhas, e, para sermos salvos em Cristo, nós temos que escolher sermos salvos, caso contrário, vamos padecer, porque é uma escolha nossa. Portanto, que fique bem claro que quem vai para o castigo eterno é porque escolheu assim. “Ora, isto – Ele subiu – que é, senão que também antes tinha descido às partes mais baixas da terra? Aquele que desceu é também o mesmo que subiu acima de todos os céus, para cumprir todas as coisas.” (Efésios 4:9-10). Jesus desceu do céu e veio à terra para sofrer e ser humilhado em nosso lugar. Depois que morreu ali, na cruz do Calvário, Ele desceu ao inferno, onde pregou para os cativos, para aqueles que tinham morrido antes da sua vinda, e lhes deu condições de serem libertos. Após três dias, voltou e esteve durante quarenta dias trazendo ensinamentos, ordenanças para os seus discípulos. Jesus desceu, pregou para os cativos, derrotou o diabo, tomou a chave do inferno, e hoje o inferno é somente um lugar de prisão do diabo e de todos os seus acompanhantes, o que inclui todos os que são desobedientes, os que não praticam o Evangelho de Jesus Cristo. Depois de tudo isso, depois de ter cumprido a sua missão, Ele subiu ao Céu e recebeu o seu prêmio do Pai, recebeu o lugar de mais alta honra e está sentado à direita de Deus com Todo o Poder, e todos os joelhos na terra, embaixo da terra, no céu se curvam diante Dele. Jesus capacitou pessoas para ensinar a sua Palavra, capacitou e deu ordens a esses que são pastores para cuidarem das suas ovelhas. “E Ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores, Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo; Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo, para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente.”(Efésios 4:11-14).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração

%d blogueiros gostam disto: