Se alimentando

Semeando
28 de janeiro de 2020
Servi ao Senhor!
29 de janeiro de 2020

“E aconteceu que, no segundo sábado após o primeiro, passou pelas searas, e os seus discípulos iam arrancando espigas e, esfregando-as com as mãos, as comiam. E alguns dos fariseus lhes disseram: Por que fazeis o que não é lícito fazer nos sábados?” (Lucas 6:1-2)

Jesus estava andando com os seus discípulos num dia de sábado. Como eles estavam com fome, passando junto a uma plantação, apanharam algumas espigas e as debulharam esfregando-as nas mãos, e comiam os seus grãos. Temos que entender que eles não estavam cometendo nenhum crime, mesmo porque a lei de Moisés instituía que, quando as pessoas colhessem os seus grãos, fizessem a colheita na época certa, deveriam deixar algumas espigas para trás, as que caíssem no chão ficariam para as pessoas que necessitassem, para os mais pobres. Portanto, era lei, assim sabemos que os discípulos não estavam fazendo nada de errado, não estavam cometendo nenhum delito, crime. Mas os fariseus, os religiosos da época, sempre procurando um pretexto para acusar Jesus e seus discípulos, foram questionar Jesus. Por isto, devemos tomar muito cuidado com as religiões, pois elas se preocupam com doutrinas próprias e não em seguirem Jesus, e não em praticarem a Palavra de Deus. Os fariseus vieram perguntar a Jesus se era permitido, lícito os discípulos fazerem aquilo. Na verdade, a pergunta é se era permitido eles comerem em um sábado, porque os discípulos não estavam trabalhando e nem fazendo nada errado, estavam somente se alimentando. Com certeza, esses fariseus também se alimentavam em dias de sábados, e os discípulos estavam se alimentando ali porque não tinham alimento em outro lugar, mas os sacerdotes se alimentavam em suas casas.“ E Jesus, respondendo-lhes, disse: Nunca lestes o que fez Davi quando teve fome, ele e os que com ele estavam? Como entrou na casa de Deus, e tomou os pães da proposição, e os comeu, e deu também aos que estavam com ele, os quais não é lícito comer senão só aos sacerdotes? E dizia-lhes: O Filho do homem é Senhor até do sábado.”(Lucas 6:3-5). Jesus então lhes fala de Davi que, quando estava com fome, recebeu e comeu dos pães da preposição, os quais somente os sacerdotes poderiam comer. Portanto, Jesus está dizendo que o fato de a pessoa se alimentar não pode ser considerado nada errado, e acaba afirmando que Ele é o Senhor do sábado, ou seja, é Ele quem decide.
“E aconteceu também noutro sábado, que entrou na sinagoga, e estava ensinando; e havia ali um homem que tinha a mão direita mirrada. E os escribas e fariseus observavam-no, se o curaria no sábado, para acharem de que o acusar.” (Lucas 6:6-7). Novamente em um outro sábado, quando Jesus estava pregando, ensinando em um templo, uma sinagoga, os religiosos, sempre de plantão, buscavam alguma coisa para acusar Jesus. Durante a pregação, os ensinamentos, Jesus observou um homem que tinha a mão direita mirrada, ou seja, com um problema, um defeito, estava enferma. Os religiosos, os fariseus também tinham observado aquele homem, e agora estavam ali observando para ver se Jesus iria curá-lo, pois era dia de sábado, e eles entendiam que não se poderia fazer isso. Na verdade, estavam buscando desesperadamente um motivo para acusar Jesus, para o prender e matá-lo. Por isto devemos sempre estar atentos aos fariseus atuais, aos religiosos, pois passam uma imagem de praticantes da Palavra, mas, na verdade, são praticantes de uma religião, são somente seguidores dos seus preceitos, nenhum deles quer seguir Jesus, porque, atualmente, seguir Jesus é seguir pela Palavra, é praticar a sua palavra, o seu Evangelho. E os religiosos não aceitam que as pessoas pratiquem o Evangelho de Jesus Cristo, nos chamam de alienados e de várias outras coisas, mas sabemos em quem temos crido e não abrimos mão de sermos verdadeiros seguidores de Jesus Cristo. “Mas Ele bem conhecia os seus pensamentos; e disse ao homem que tinha a mão mirrada: Levanta-te, e fica em pé no meio. E, levantando-se ele, ficou em pé. Então Jesus lhes disse: Uma coisa vos hei de perguntar: É lícito nos sábados fazer bem, ou fazer mal? salvar a vida, ou matar?” (Lucas 6:8-9). Mas Jesus conhece tudo ao nosso respeito. Ele sabe todos os nossos pensamentos, até antes de nós mesmos, e assim Jesus tinha conhecimento dos pensamentos daqueles fariseus. Por isto chama o homem que tinha o defeito na mão e lhe manda ficar no meio, onde todos poderiam vê-lo, o que o homem fez imediatamente. Agora Jesus se dirige aos fariseus e os questiona, pergunta-lhes se é permitido fazer o bem ou o mal em dias de sábado, se é permitido salvar vidas ou tirá-las, porque o Senhor já determinou que é nossa obrigação fazer o bem todo o tempo, e jamais fazer o mal, por isso Jesus os questiona. Observemos que eles não têm resposta. Os religiosos atuais dizem fazer o certo, porque há seitas que ainda dizem guardar os sábados, mas eles também se recusam a fazer o bem, a ajudar as pessoas em dias de sábado; na verdade, dificilmente ajudam alguém, mesmo em outros dias. Temos que aprender a praticar a Palavra do Senhor, temos que aprender a amar ao próximo como a nós mesmos. “E, olhando para todos em redor, disse ao homem: Estende a tua mão. E ele assim o fez, e a mão lhe foi restituída sã como a outra. E ficaram cheios de furor, e uns com os outros conferenciavam sobre o que fariam a Jesus.” (Lucas 6:10-11).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

%d blogueiros gostam disto: