Minha Loucura

Domine em vossos corações
3 de fevereiro de 2020
Clame ao Senhor
4 de fevereiro de 2020

“Quisera eu me suportásseis um pouco na minha loucura! Suportai-me, porém, ainda.” (2 Coríntios 11:1)

O apóstolo Paulo nesta segunda carta aos coríntios, à igreja em Coríntios, ele pede que eles consigam suportá-lo, tolerá-lo, porque as cobranças dele existem para que eles possam alcançar a salvação. Paulo sempre foi muito zeloso da Palavra de Deus e exigia que a igreja vivesse de acordo com os princípios do Evangelho, não permitindo rebeldia e nem o pecado. Por isto, inúmeras vezes foi criticado. Ele dizia que pelas cartas era mais rigoroso, mais exigente do que pessoalmente. Paulo, como um verdadeiro homem de Deus, tinha uma única preocupação, que era a de ensinar o Evangelho de Jesus Cristo. Ele não procurava agradar quem quer que fosse, e é preciso procedermos dessa maneira, porque não podemos nos preocupar em agradar as pessoas, e sim em agradar a Cristo, e se nós amamos ao próximo como a nós mesmos, não ensinamos ou falamos nada para agradar a ele, mas sim sobre o que o conduzirá à vida eterna. Assim, de igual modo eu peço atenção às palavras que falamos, pois não falamos nada sobre nós mesmos, e sim de Cristo, queremos apresentar Cristo, queremos que as pessoas sigam Cristo e não denominações, templos ou pastores, somente Cristo. Por isto falamos do Evangelho como Ele é, não fazendo ou oferecendo supostas bênçãos para atrair ou agradar as pessoas e trazê-las a nós. Queremos que as pessoas abandonem as religiões e venham para Cristo, venham viver o Evangelho de Jesus Cristo para que possam ser salvas, porque a nossa preocupação, o nosso compromisso é com a salvação. “Porque estou zeloso de vós com zelo de Deus; porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um marido, a saber, a Cristo.” (2 Coríntios 11:2). Temos que apresentar todas as pessoas que vêm a nós, ou as quais de alguma maneira o Senhor permite que alcancemos, e que também possam nos ouvir. Temos que falar do Evangelho assim como Ele é, temos que falar de renúncia, falar de abandono de pecados, de santidade, não de maneira suave, mas dura, porque sem essas práticas as pessoas não serão salvas. Portanto, antes de qualquer coisa, devemos mostrar que, se as pessoas não renunciarem a seus erros, a seus pecados de maneira nenhuma serão salvas, independentemente de estarem ou não dentro de templos, de estarem ou não orando. É necessária uma união com o Senhor, e essa união só se dá pela obediência a sua Palavra.
“Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos, e se apartem da simplicidade que há em Cristo.” (2 Coríntios 11:3). A mesma preocupação de Paulo nós temos, porque as pessoas estão sendo enganadas facilmente por falsos pregadores, por falsas igrejas, por denominacionais, por falsos ensinos. Isso acontece porque as pessoas, por estarem em busca de realizações, de soluções dos seus problemas aqui, soluções de dívidas, de relacionamentos, de saúde, e tudo mais, não estão olhando para a frente, não estão olhando para o futuro, não estão olhando para o nosso Alvo, que é Jesus Cristo. As pessoas estão indo a templos somente em busca de bênçãos imediatas e urgentes, estão buscando pregadores que prometam que Deus dará dinheiro, prosperidade e cura para todos os males, e que não precisam se preocupar com nada. Portanto, as pessoas estão sendo corrompidas e querem bênçãos e por isto participam de todos os tipos de campanhas, de sacrifícios, e procuram sempre barganhar com Deus, fazendo não ofertas, mas colocando dinheiro no altar em envelopes esperando receber várias vezes mais. Por isto, convoco todos a voltarem à simplicidade que há no Evangelho, onde não existe promessas de riqueza ou de prosperidade, e sim promessas de vida plena e eterna. Existe a garantia de que os que obedecerem ao Evangelho viverão por toda a eternidade. “Porque, se alguém for pregar-vos outro Jesus que nós não temos pregado, ou se recebeis outro espírito que não recebestes, ou outro evangelho que não abraçastes, com razão o sofreríeis.” (2 Coríntios 11:4). Quando se abandona o Evangelho da renúncia e se volta para tantos outros evangelhos difundidos e pregados em muitos templos modernos, com certeza essas pessoas estão longe de Cristo. Não é somente por estar com as mãos levantadas cantando ou em uma espécie de transe em templos que estão servindo ao Senhor, o que é necessário é viver segundo as ordens de Jesus, o que é preciso é viver na prática do Evangelho, e não oferecer sacrifícios, mas desfrutar da liberdade que há no Evangelho. Não podemos confundir liberdade com libertinagem, pois tudo o que o Senhor nos fala que é pecado em hipótese alguma podemos praticar, pois estaríamos indo frontalmente contra o Senhor. Temos que prestar atenção ao que estamos ouvindo, ao que assistimos, se está de acordo com a Palavra de Deus. Não podemos aceitar o texto fora de contexto, não podemos aceitar pregações fundamentadas em versículos aleatórios. Devemos buscar o Evangelho que nos faz aproximar do Senhor e não em satisfazer as nossas vontades; não nos permitamos ser enganados pelo diabo. “Porque penso que em nada fui inferior aos mais excelentes apóstolos. E, se sou rude na palavra, não o sou, contudo, na ciência; mas já em todas as coisas nos temos feito conhecer totalmente entre vós.” (2 Coríntios 11:5-6).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

%d blogueiros gostam disto: