Preso no Senhor

Isso ceifará
17 de fevereiro de 2020
Sentimento de Cristo
18 de fevereiro de 2020

“Rogo-vos, pois, eu, o preso do Senhor, que andeis como é digno da vocação com que fostes chamados, com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor, procurando guardar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz.” (Efésios 4:1-3)

O apóstolo Paulo, nesta missiva à igreja, ao povo de Éfeso, ele faz questão de lembrar que ele se julga, se comporta como um prisioneiro. Não é a primeira vez que Paulo se declara prisioneiro em Cristo, mas temos que entender que não é pelo fato de constantemente ser preso por causa da Palavra de Deus, e sim pelo fato de ele saber que tem limitações, que ele só pode fazer o que o Senhor autoriza, permite. Na verdade, todos os cristãos verdadeiros têm que se sentir prisioneiros em Cristo, porque vivemos no Senhor e não podemos pensar em sair, ou nos afastar por qualquer motivo, uma vez que, quando nos afastamos, nos expomos ao perigo da morte. O Cristão verdadeiro é um prisioneiro em Cristo porque ele sabe que está preso em Jesus e não pode em hipótese alguma ultrapassar limites estabelecidos pelo Senhor. Portanto, como prisioneiros em Cristo, todos nós que nos identificamos como Cristãos, como seguidores de Cristo, devemos agir com moderação levando a paz a todos; devemos agir com justiça, e todo o tempo apresentar o nosso Mestre, que é Jesus. Não temos que nos preocupar em nos apresentar, em aparecer, devemos deixar Cristo aparecer através de nós, das nossas atitudes, da nossa maneira de agir. “Há um só corpo e um só Espírito, como também fostes chamados em uma só esperança da vossa vocação; um só Senhor, uma só fé, um só batismo; um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, e por todos e em todos vós.” (Efésios 4:4-6). Como prisioneiros em Cristo é que formamos a igreja de Cristo e somos a sua noiva, o corpo de Cristo, por isto devemos andar, viver de acordo com o nosso chamado, que é para viver em santidade, porque não existe sujeira no corpo de Cristo, não existem enfermidades ou defeitos, ou se faz parte do corpo ou não, é simples assim. Temos que compreender que não existem vários deuses, mas só um, é Nele que depositamos a nossa fé, e é Nele que nos submetemos ao batismo, porque só temos vida Nele. Os religiosos dizem que todos são filhos de Deus, mas não é verdade, porque filhos só os que são o corpo de Cristo, os que vivem em santidade e praticam a sua Palavra, os que são prisioneiros Nele.
“Mas a graça foi dada a cada um de nós segundo a medida do dom de Cristo.” (Efésios 4:7). A graça nos foi dada de acordo com a nossa fé, e de igual modo recebemos dons do Senhor e temos o dever de usar os dons que o Senhor nos deu, usá-los em prol da sua igreja, do seu corpo. Volto a insistir, todos nós, sem exceção, recebemos dons, basta os procurar e os colocar em prática, e então saberemos o que o Senhor espera de cada um. Cristo nos capacitou exatamente para podermos fazer parte do seu corpo, mas, infelizmente, a maioria desperdiça os seus dons, pois não os aplica, porque são egoístas e estão preocupadas em reinar aqui; outras usam os dons de maneira errada, mas todas essas irão prestar contas no dia do Juízo, pois rejeitaram, se recusaram a ser parte do corpo de Cristo. Portanto, devemos buscar os nossos dons e colocá-los em prática, porque se o desperdiçarmos, iremos prestar contas ao Senhor, uma vez que somos o seu corpo, e se não nos comportamos como tal, estamos fazendo parte da quadrilha do adversário. “Por isso diz: Subindo ao alto, levou cativo o cativeiro, e deu dons aos homens. Ora, isto – ele subiu – que é, senão que também antes tinha descido às partes mais baixas da terra? Aquele que desceu é também o mesmo que subiu acima de todos os céus, para cumprir todas as coisas.” (Efésios 4:8-10) Jesus, após morrer, foi ao inferno, pregou aos cativos, ou seja, aos que tinham morrido sem salvação, dando-lhes a oportunidade de mudar, e quando Ele subiu ao Pai de onde tinha vindo, Ele levou cativo o cativeiro, ou seja, acabou o cativeiro, a prisão, que era o pecado, pois Ele veio e libertou todos, e os que teimam em viver em prisão, em cativeiro, essa decisão é deles mesmos. Antes Ele deu dons, capacitação a todos para que cada um exercesse a sua função como seu corpo. Assim como o corpo humano tem vários órgãos, membros, e cada um tem a sua função específica, nós também, como corpo de Cristo, temos uma função específica e temos que exercê-la. Portanto, se temos um pouquinho de juízo, sabemos que temos que cumprir com o nosso papel, caso contrário, iremos padecer por toda a eternidade, e viveremos por toda a eternidade no cativeiro que Jesus levou, que é lugar de todos os desobedientes, os rebeldes. Fomos chamados, convocados, então devemos atender e fazer parte desse corpo exercendo o nosso chamado, para isso já fomos capacitados, já recebemos o dom. “E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores, querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo; Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo, para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente.”(Efésios 4:11-14).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

%d blogueiros gostam disto: