Ousados em nosso Deus

Do SENHOR vem a resposta
2 de março de 2020
Buscai
3 de março de 2020

“Porque vós mesmos, irmãos, bem sabeis que a nossa entrada para convosco não foi vã; mas, mesmo depois de termos antes padecido, e sido agravados em Filipos, como sabeis, tornamo-nos ousados em nosso Deus, para vos falar o Evangelho de Deus com grande combate.” (1 Tessalonicenses 2:1-2)

O apóstolo Paulo, nessa carta à igreja de Tessalônica, lembra que a visita que lhes fez não foi inútil, apesar das dificuldades pelas quais passaram, pois foram maltratados em Filipos, mas mesmo assim eles levaram a mensagem de Cristo a eles. Não seriam as dificuldades, as perseguições que calariam esse apóstolo, uma vez que ele era consciente das lutas que o esperavam, já que o próprio Senhor Jesus lhe avisou quando o chamou a caminho de Damasco. Paulo pregou, ensinou sobre o Evangelho de Cristo, apesar de estar passando por lutas. Assim todos nós devemos proceder e jamais nos abalar, não deixar nada nos impedir de levar a mensagem de Cristo. Devemos apresentar o Evangelho do Senhor todo o tempo, independentemente de estarmos passando por dificuldades. Podemos passar por dificuldades e sofrimentos, na verdade isso é esperado, uma vez que as lutas na vida do cristão são aguardadas, portanto, elas jamais podem ser empecilho de falarmos de Jesus para as pessoas. Temos que compreender que o ensino do Evangelho é obrigação de todos nós e não somente de pastores ou pregadores, mas de todos nós que conhecemos Jesus e que fomos chamados para conhecer Cristo; fomos chamados também para pregar o Evangelho. Mas pregar o Evangelho verdadeiro, não mentiras ou enganos, não oferecimento do que Cristo não prometeu. “Porque a nossa exortação não foi com engano, nem com imundícia, nem com fraudulência; mas, como fomos aprovados de Deus para que o Evangelho nos fosse confiado, assim falamos, não como para agradar aos homens, mas a Deus, que prova os nossos corações.”(1 Tessalonicenses 2:3-4).Temos que fazer como Paulo e pregar o Evangelho de Jesus Cristo, não esses outros evangelhos muito difundidos por aí, evangelhos da prosperidade, da vitória, da bênção, do jejum, dos sacrifícios, das campanhas, dos desafios. Temos que pregar a Verdade, que é Jesus, temos que falar de arrependimento, de abandono de pecado, de santificação e de salvação, pois a Promessa do Evangelho é a salvação, e não bênçãos aqui, como as ensinadas por esses falsos evangelhos desses falsos pregadores.
“Porque, como bem sabeis, nunca usamos de palavras lisonjeiras, nem houve um pretexto de avareza; Deus é testemunha; e não buscamos glória dos homens, nem de vós, nem de outros, ainda que podíamos, como apóstolos de Cristo, ser-vos pesados; antes fomos brandos entre vós, como a ama que cria seus filhos.”(1 Tessalonicenses 2:5-7). Não podemos falar palavrinhas amáveis, afáveis, para agradar as pessoas, não podemos tentar conquistar as pessoas para trazê-las a Cristo, e fundamentalmente não podemos usar de enganos como muitos fazem. Jamais podemos fazer shows, festas, eventos, campanhas para atrair as pessoas, não podemos falar que o Senhor vai fazer prosperar, enriquecer, se Ele não prometeu nada disso. Também não podemos prometer curas milagrosas, porque, quando o Senhor cura alguém, Ele simplesmente nos usa, e a cura surge na hora, mas não podemos ficar fazendo propaganda para convencermos as pessoas a virem para o nosso templo, para nossa denominação. O nosso chamamento tem que ser Cristo, o que nós temos que oferecer é Cristo, e este crucificado, falamos e prometemos salvação se as pessoas seguirem Jesus, se obedecerem ao Evangelho. Assim falamos o que o Senhor nos manda e não para agradar alguém. Não podemos ficar esperando, desejando receber algo em troca, mesmo porque o que fazemos é simplesmente a nossa obrigação. Não podemos negociar o Evangelho, não podemos cobrar para pregar, e nem ficar pedindo ofertas para nós, afinal, somos sustentados e mantidos pelos Senhor. O Evangelho não é fonte de ganho, mas de vida, por isto não pode ser negociado e nem usado de nenhuma maneira para trazer lucros. “Assim nós, sendo-vos tão afeiçoados, de boa vontade quiséramos comunicar-vos, não somente o Evangelho de Deus, mas ainda as nossas próprias almas; porquanto nos éreis muito queridos.” (1 Tessalonicenses 2:8). Assim, não importam as nossas dificuldades, os nossos problemas, mas todo o tempo falarmos do que conhecemos, se é que realmente o conhecemos. Temos que falar de Jesus, e não de mentiras, não termos preocupações de agradar a ninguém, somente agradar ao Senhor. Temos que amar ao próximo como a nós mesmos, e se o amamos, queremos que ele também alcance a salvação. Por isso, procuramos apresentar a Verdade, que é Cristo. Estamos em território inimigo, por isto somos perseguidos, acusados, somos motivos de piada, mas temos que nos manter firmes, pois sabemos qual é a nossa recompensa. “Porque bem vos lembrais, irmãos, do nosso trabalho e fadiga; pois, trabalhando noite e dia, para não sermos pesados a nenhum de vós, vos pregamos o Evangelho de Deus. Vós e Deus sois testemunhas de quão santa, e justa, e irrepreensivelmente nos houvemos para convosco, os que crestes.”(1 Tessalonicenses 2:9-10).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

%d blogueiros gostam disto: